Nacional Alemanha fecha comércio e escolas até 10 de janeiro...

Alemanha fecha comércio e escolas até 10 de janeiro para frear Covid

-

Apenas serviços essenciais, como mercados, farmácias e bancos, poderão funcionar. País teve maior número de registros e mortes na última semana.

A Alemanha vai fechar o comércio e as escolas entre os dias 16 de dezembro e 10 de janeiro para conter a propagação da Covid-19 no país, anunciou a chanceler Angela Merkel no domingo (13). Apenas serviços essenciais, como supermercados, farmácias e bancos, poderão funcionar neste período.

Chanceler Angela Merkel

As empresas estão orientadas a dispensar os funcionários ou a priorizar o trabalho remoto. O governo alemão também proibiu o consumo de bebidas alcóolicas em locais públicos para evitar aglomerações.

“Há a necessidade urgente de fazermos algo”, disse Merkel em uma reunião com os governadores dos 16 estados alemães.

O país está em “lockdown” parcial há seis semanas, com bares e restaurantes fechados, mas lojas e escolas continuavam abertas. Com o aumento das infecções, algumas regiões da Alemanha já haviam imposto medidas mais rígidas de restrição.

Restrições antes do Natal

A preocupação com a segunda onda de casos cresce com a aproximação do Natal. O número diário de novos registros e mortes atingiu, na última semana, o maior patamar desde o início da pandemia no primeiro semestre deste ano.

Somente nas últimas 24 horas, foram 381 mortes, elevando o total para 21.787, segundo o Ministério da Saúde da Alemanha. Houve ainda 20,2 mil novas infecções, o que já soma mais de 1,3 milhão de casos confirmados da doença.

Os tradicionais mercados de Natal do país, com barracas de comidas e bebidas, são apontados como pontos de preocupação no controle da pandemia no país. Isso porque é mais difícil de se respeitar as medidas de distanciamento social.

‘Inaceitável’

Na quarta-feira (9), Merkel pediu – em um discurso emocionado – que o Parlamento aprovasse mais restrições em toda a Alemanha até a primeira quinzena de 2021.

“Lamento muito, mas se isso [menos restrições] significa pagar um preço diário de 590 mortes, do meu ponto de vista, é inaceitável”, disse Merkel.

Com informações do G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Seduc define que aulas do primeiro semestre serão remotas no Piauí

A medida foi tomada pelo Secretário de Educação, Ellen Gera, para evitar a disseminação da covid-19 entre os estudantes. O...

Prefeita e secretário acompanham a vacinação dos profissionais de saúde em Guadalupe

Seguindo a determinação do Ministério da Saúde, o público-alvo da primeira fase da campanha de imunização são os profissionais...

Prefeita e secretária de educação de Guadalupe apresentam os novos dirigentes das escolas municipais

A prefeita Neidinha Lima e a secretária Lorena Rocha Antunes apresentaram oficialmente a nova equipe de diretoras e coordenadoras...

Prefeita Neidinha visita Rua Furtuoso José e conversa com moradores após via ganhar pavimentação asfáltica

A via que foi asfaltada recentemente dá acesso ao Hospital Pedrina Silveira e liga o Centro da cidade ao...

Inter massacra São Paulo com futebol de campeão e vira líder do Brasileirão

Após goleada por 5 a 1 em pleno Morumbi, Colorado fica dois pontos à frente do agora segundo colocado. Morumbi,...

Alemanha detecta mais 30 casos de peste suína africana em javalis selvagens

A doença não afeta humanos, mas é fatal para porcos. Mais 30 casos de peste suína africana (PSA) foram detectados...

Posts Recomendados