G13Bolsonaro critica restrições e diz que governadores devem pagar...

Bolsonaro critica restrições e diz que governadores devem pagar auxílio emergencial para o povo

-

spot_img

Afirmou que: “governador que destrói emprego, deve bancar o auxílio emergencial”. Oito estados brasileiros e o distrito federal passam a adotar restrições com toque de recolher e lockdown.

Em evento no Ceará, nesta sexta-feira (26), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a criticar a decisão de governadores em adotarem medidas restritivas contra a Covid-19, com o fechamento de comércios e a suspensão de circulação em determinados horários.

E afirmou que “governador que destrói emprego, deve bancar o auxílio emergencial”. Oito estados brasileiros e o distrito federal passam a adotar as restrições a partir deste sábado (27).

“O auxílio emergencial vem por mais alguns meses e, daqui pra frente, o governador que fechar o seu estado, o governador que destrói emprego, ele é que deve bancar o auxílio emergencial. Não pode continuar fazendo política e jogar para o colo do presidente da República essa responsabilidade”, disse o presidente.

As declarações do presidente da República ocorrem em meio ao temor de um colapso no sistema público de saúde em diversos estados.

“O povo não consegue mais ficar dentro de casa. O povo quer trabalhar. Esses que fecham tudo e fecham empregos estão na contramão daquilo que seu povo quer”, disse.

O presidente disse se sentir fortalecido ao visitar o nordeste. Ele afirmou ser alvo de ataques constantes, mas que não levarão à uma ação de desistência do mandato.

“Tenho certeza de quando quando deixar o governo, entregarei um Brasil, apesar da pandemia, muito melhor do que aquele que recebi em janeiro de 2019”, afirmou.

Auxílio emergencial

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (25) que a negociação pelo retorna do auxílio emergencial prevê o pagamento de mais quatro parcelas, agora em R$ 250 cada uma, a partir do mês de março.

“Estive hoje com o Paulo Guedes, a princípio o que deve ser feito é, a partir de março, por quatro meses, R$ 250 de auxílio emergencial. É o que está sendo disponibilizado”, afirmou o presidente, durante transmissão ao vivo nas redes sociais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Presidente Bolsonaro xinga e ameaça agredir o senador Randolfe Rodrigues

Bolsonaro chamou Randolfe de “bosta” e falou em “sair na porrada” com o senador. Em conversa gravada com o senador...

Globoplay anuncia documentário sobre Karol Conká com estreia para abril

"A Vida Depois do Tombo" tem estreia marcada para o dia 29 de abril, com exclusividade na plataforma de...

Laudo aponta 23 lesões por ‘ação violenta’ no menino Henry

Laudo da reprodução simulada em apartamento afasta hipótese de acidente e indica que menino começou a ser agredido 4...

Receita adia prazo de entrega da Declaração de Imposto de Renda para 31 de maio

Também foram prorrogados os prazos de entrega da Declaração Final de Espólio e da Declaração de Saída Definitiva do...
spot_imgspot_img

Não é papel do Senado investigar governadores e prefeitos, diz senador sobre CPI

Em entrevista à CNN, o líder da minoria Jean Paul Prates comentou iniciativas de ampliar escopo da investigação. Em entrevista...

Prazo para antecipação do 13º do INSS em abril está perto do fim

A inclusão da primeira parcela do 13º salário de aposentados e pensionistas na folha de pagamento de abril pode...
spot_img

Posts Recomendados