Censo Escolar mostra que ensino médio mantém os piores índices de repetência e abandono

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Levantamento é o principal retrato da educação básica, formada por três etapas grandes etapas: educação infantil, ensino fundamental e ensino médio.

O governo divulgou nesta quinta-feira (22) o Censo da Educação Básica. O ensino médio se manteve com os piores índices de repetência e de abandono dos estudos.

O Censo Escolar é o principal retrato da educação básica, formada por três etapas: educação infantil, ensino fundamental e ensino médio. O Censo reúne dados das escolas, professores e alunos nas redes pública e privada. É nesse levantamento que os problemas aparecem e as políticas públicas devem começar a agir.

Reprodução

Quarenta e sete milhões de estudantes estão matriculados na educação básica, que vai da creche à educação para jovens e adultos. Em relação a 2022, o número de matrículas em escolas particulares aumentou quase 5%. A rede pública perdeu 500 mil alunos. Segundo o Inep, estudantes migraram para a rede pública durante a pandemia e agora voltaram à rede privada.

Número de matrículas na rede privada aumentou e o número de alunos na escola pública caiu em 2023 — Foto: JN

No último ano, as matrículas em creches aumentaram para 4,1 milhões – ainda longe da meta de 5 milhões de crianças de até 3 anos nas creches.

Mas está no ensino médio, reta final da Educação Básica, um dos grandes desafios da educação: a evasão escolar, que chegou a 5,9% em 2021, durante pandemia da Covid. É o dado mais recente calculado pelo Inep.

A consequência disso é um número preocupante: quase 70 milhões de brasileiros de 18 anos ou mais estão fora da escola ou não concluíram a educação básica. Um dado revelado nesta quinta-feira (22) e que mostra o tamanho do desafio.

Gabriela está no primeiro ano do ensino médio e sabe o que vem pela frente.

“Eu conheço muita gente que desistiu, porque é uma rotina muito pesada, sabe? Eu não vou desistir. Eu sei que vou conseguir”, afirma.

A Educação para Jovens e Adultos, conhecida como EJA, é a última oportunidade para quem não completou o ensino fundamental ou médio na idade adequada. Em 2023, o número de matrículas foi o menor em 11 anos. As matrículas vêm caindo seguidamente desde 2018.

Matrículas na Educação para Jovens e Adultos vêm caindo seguidamente desde 2018 — Foto: JN

O ministro da Educação, Camilo Santana, afirmou que o MEC vem estimulando estados e municípios a fazerem a busca ativa de estudantes para o ensino de jovens e adultos. Ele afirma que o programa Pé-de-Meia, que prevê uma bolsa para os estudantes de baixa renda que continuarem os estudos, pode mudar a tendência de evasão.

“450 mil jovens no Brasil, por ano, abandonam ou saem da escola por conta do ensino médio brasileiro. Nós estamos falando em quase meio milhão de jovens. Portanto, a poupança, o programa Pé-de-Meia, vem para apoiar, dar um auxílio para que esses jovens permaneçam da escola”, afirmou o ministro.
Em outra ponta, o número de matrículas no ensino profissionalizante subiu: de mais de 2 milhões em 2022 para quase 2,5 milhões em 2023.

A presidente da ONG Todos Pela Educação reforça a importância da educação profissionalizante atrelada ao ensino médio:

“Uma parte muito maior dos jovens não vai nem para educação profissional e nem para universidade. Ou seja, ele não tem qualificação para esse mercado de trabalho que é absolutamente complexo, difícil, competitivo. Então, investir na profissionalização dos jovens é algo muito importante pra vida de cada um deles e para o Brasil, para o desenvolvimento social e econômico do próprio país”.

Leonidas Amorim
Leonidas Amorimhttps://portalcidadeluz.com.br
Acompanhe nossa coluna no Portal Cidade Luz e fique por dentro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Novos pontos de descanso em rodoviárias federais para motorista estão previstas em 2025

A portaria que cria a política pública foi publicado no diário oficial na sexta (19). Novos pontos de descanso para...

Pré-candidata a prefeita de Landri Sales destaca origem política e projetos em entrevista exclusiva à Rádio Cidade Luz

Adriana Sá destacou sua origem política, projetos para Landri Sales e comentou sobre o rompimento do atual prefeito com...

Mussoline Guedes destaca pioneirismo do Piauí no uso de IA em encontro de secretários de comunicação

O coordenador participou do 4º Fórum Nacional das Secretarias Estaduais de Comunicação, em Belém do Pará. O coordenador de Comunicação...

Rafael Fonteles anuncia parceria com a Meta para capacitar jovens em tecnologia e marketing digital

Assinatura do termo de cooperação entre a Meta, Seduc e IFPI, vai ocorreu no dia 25 de abril, durante...
spot_img

Governador entrega mais de 100 km de rodovias recuperadas e autoriza obras em São Lourenço do Piauí

Rafael Fonteles autorizou obras nas áreas de saúde, educação, infraestrutura, mobilidade e abastecimento de água. Cumprindo agenda no interior do...

Bolsa Família reduz desigualdades no Brasil, aponta PNAD Contínua do IBGE

Proporção de domicílios com pelo menos um beneficiário do programa chegou ao maior patamar da série histórica, com 19% Pesquisa...
spot_img

Posts Recomendados