Cientistas querem usar Viagra para tratar pacientes com Alzheimer

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

No estudo, pacientes que fizeram o uso do medicamento, tiveram redução de 30 a 54% nos diagnósticos da doença de Alzheimer.

Uma pesquisa recém-publicada mostrou que o viagra pode ser uma potencial solução para tratar o Alzheimer. A razão está no no reposicionamento da sildenafila, princípio ativo do Viagra, qu mostrou-se bem efetivo contra a doença.

No estudo, pacientes que fizeram o uso do medicamento, tiveram redução de 30 a 54% nos diagnósticos da doença de Alzheimer.

Segundo os cientistas da Cleveland Clinic, Estados Unidos, isso se dá porque a sildenafila reduz os níveis de proteínas neurotóxicas associadas à doença no corpo do paciente.

Divulgação

Evidência com IA

O que foi publicado no Journal of Alzheimer’s Disease esse mês, deriva de uma investigação que começou em 2021.

Segundo Feixiong Cheng, líder da pesquisa, o estudo compilou diferentes métodos para encontrar evidências.

“Usamos inteligência artificial para integrar dados em vários domínios, que indicaram o potencial do sildenafila contra essa doença neurológica devastadora”.

A IA foi a responsável por identificar potenciais novos candidatos a medicamentos de forma rápida e confiável.

Além da IA, Feixiong também utilizou dados reais e estudos de observação de células cerebrais de pacientes com diagnóstico da doença.

Combate ao Alzheimer

E a sildenafila, além de apresentar ótimos resultados na redução do Alzheimer, também mostrou vários outros benefícios.

Entre eles estão o crescimento celular, melhora na função cerebral, redução da inflamação e outros processos conhecidos por proteger contra a degeneração neural.

“Depois de integrar esta grande quantidade de dados computacionalmente, é gratificante ver os efeitos do sildenafil nos neurônios humanos e os resultados dos pacientes no mundo real”, disse Feixiong.

Futuro promissor

Segundo os pesquisadores, o futuro é muito promissor para aqueles que hoje têm a doença.

Os dados, que passaram por validações no mundo real, sugerem o potencial que a sildenafila tem para ajudar no combate à doença neurodegenerativa.

Agora, os profissionais querem realizar ensaios clínicos e avaliar os efeitos causais do tratamento.

Leonidas Amorim
Leonidas Amorimhttps://portalcidadeluz.com.br
Acompanhe nossa coluna no Portal Cidade Luz e fique por dentro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Novos pontos de descanso em rodoviárias federais para motorista estão previstas em 2025

A portaria que cria a política pública foi publicado no diário oficial na sexta (19). Novos pontos de descanso para...

Pré-candidata a prefeita de Landri Sales destaca origem política e projetos em entrevista exclusiva à Rádio Cidade Luz

Adriana Sá destacou sua origem política, projetos para Landri Sales e comentou sobre o rompimento do atual prefeito com...

Mussoline Guedes destaca pioneirismo do Piauí no uso de IA em encontro de secretários de comunicação

O coordenador participou do 4º Fórum Nacional das Secretarias Estaduais de Comunicação, em Belém do Pará. O coordenador de Comunicação...

Rafael Fonteles anuncia parceria com a Meta para capacitar jovens em tecnologia e marketing digital

Assinatura do termo de cooperação entre a Meta, Seduc e IFPI, vai ocorreu no dia 25 de abril, durante...
spot_img

Governador entrega mais de 100 km de rodovias recuperadas e autoriza obras em São Lourenço do Piauí

Rafael Fonteles autorizou obras nas áreas de saúde, educação, infraestrutura, mobilidade e abastecimento de água. Cumprindo agenda no interior do...

Bolsa Família reduz desigualdades no Brasil, aponta PNAD Contínua do IBGE

Proporção de domicílios com pelo menos um beneficiário do programa chegou ao maior patamar da série histórica, com 19% Pesquisa...
spot_img

Posts Recomendados