Equatorial é condenada a pagar R$ 300 mil a mãe que perdeu filho após choque elétrico

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Jovem estava andando em um animal na zona rural de Madeiro quando colidiu com fios de alta tensão instalados de forma inadequada em um poste de madeira.

A empresa Equatorial Piauí foi condenada a pagar indenização por danos morais no valor de R$ 300 mil reais, em favor de Ana Rosa Ferreiro de  Brito em razão da morte do seu filho, ocasionada por uma descarga elétrica em fevereiro de 2015.

De acordo com a sentença proferida pela Vara Única da Comarca de Luzilândia,  o filho da autora do processo, trafegava em um animal no povoado Urucus, na cidade de Madeiro-PI, Norte do estado, quando colidiu com fios de alta tensão instalados de forma inadequada em um poste de madeira, de responsabilidade da rede de distribuição da concessionária de energia elétrica, Equatorial, ocasionando o seu falecimento, em decorrência de choque elétrico que lhe provocou uma parada cardíaca.

Ao apreciar o caso, o juiz Thiago Aleluia destacou que “na espécie, o dano e o nexo causal, comprovados por meio do atestado de óbito em que consta que a morte da vítima teve como causa parada cardíaca devido ao choque elétrico em rede clandestina de energia, instalada em postes de madeira com fios expostos em altura inadequada, aliada à omissão específica da concessionária em fiscalizar rotineiramente suas instalações para evitar a ocorrência de ligações irregulares e infortúnios como o relatado nos autos, impõe-se o dever de indenizar”.

A sentença de piso condenou a Equatorial Piauí também ao pagamento de pensão decorrente da morte do filho da requerente, estimada em 2/3 do salário-mínimo até os 25 anos de idade da vítima e, após, reduzida para 1/3, haja vista a presunção de que o empregado constituiria seu próprio núcleo familiar, até a idade em que a vítima completaria 65 (sessenta e cinco) anos ou até o falecimento da beneficiária, o que ocorrer primeiro.

A Equatorial Piauí emitiu uma nota informando que quando aconteceu acidente fatal  em Madeiro, a Cepisa ainda era responsável pela distribuição de energia no Piauí e ressaltou que o acidente ocorreu devido a gambiarras. A concessionária informou ainda que vai adotar as vias recursais cabíveis

Confira a nota na íntegra

A Equatorial Piauí informa que tomou conhecimento da sentença proferida no processo acerca de um acidente fatal envolvendo a rede elétrica, ocorrido no município de Madeiro, em 2015, período em que a Cepisa ainda era a responsável pela distribuição de energia no Piauí.

A Equatorial ressalta que o acidente ocorreu devido a instalações irregulares de rede elétrica (gambiarras), o que provoca situação insegura e prejuízos no fornecimento de energia. Para coibir a prática, a Distribuidora realiza fiscalizações periódicas e a regularização de áreas, legalizadas pelas prefeituras municipais, dentro do plano de universalização da empresa.

Sobre a sentença, a concessionária informa que vai adotar as vias recursais cabíveis.

Fonte: Tribunal de Justiça do Piauí

Gleison Fernandes
Gleison Fernandeshttps://portalcidadeluz.com.br
Editor Chefe do Portal Cidade Luz

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Procurador pede ao TRE que suspenda registro do União Brasil; partido que Silvio Mendes disputa o Governo do Piauí

A assessoria jurídica da União Brasil divulgou nota. O procurador Regional Eleitoral, Marco Túlio Lustosa, ingressou com ação requerendo a...

Prefeitura de Floriano discute programação do Bicentenário da Independência e 7 de setembro

Na tarde da segunda-feira (8), o prefeito Antônio Reis Neto, reuniu, em seu gabinete, uma equipe para discutir a...

Justiça em SP condena Facebook a indenizar brasileiro que teve WhatsApp clonado

O Facebook foi condenado a pagar R$ 4.000 por danos a um usuário do WhatsApp que teve o aplicativo...

Carta pela democracia é oficialmente manifesto pró-Lula, diz Ministro Ciro Nogueira

Ministro da Casa Civil de Bolsonaro comentou o fato de o petista ter assinado o manifesto na segunda (8);...
spot_img

Candidata Gracinha Mão Santa diz que tem R$ 250 mil guardados em casa

No total, a candidata a deputa estadual declarou à Justiça Eleitoral possuir bens no valor de R$ 426 mil. Candidata...

WhatsApp começa a permitir “saída silenciosa” de grupos e esconder que está ‘online; veja mais

Novo recurso permite que apenas os administradores recebam notificação da saída. Também será possível esconder o 'online' ao abrir...
spot_img

Posts Recomendados