PiauíGovernador Camilo Santana decreta lockdown em todo o Ceará

Governador Camilo Santana decreta lockdown em todo o Ceará

-

spot_img

O isolamento social rígido valerá por uma semana em todo o Estado; na Capital, será estendido por mais três dias.

O governador Camilo Santana (PT) decretou, nesta quinta-feira (11), lockdown em todo o Ceará. A medida passa a valer a partir deste sábado (13) até o próximo dia 21 de março. Consequentemente, as restrições em Fortaleza, antes vigentes até o dia 18, também serão estendidas. 

Durante a vigência do decreto, poderão funcionar apenas atividades consideradas essenciais, construção civil e indústria, informou Camilo. 

Governador do Ceará, Camilo Santana – Foto: Camila de Almeida/Folhapress

O chefe do Executivo ponderou que 181 municípios cearenses têm classificação de risco “alto” ou “altíssimo” para transmissão da Covid-19. Neste contexto, diante da escalada de casos e internações, a pressão aumenta no sistema de saúde.

“Mesmo abrindo novos leitos, nós decidimos decretar o isolamento social rígido em todo o Estado. Já há pessoas esperando, na fila, por um leito de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e enfermaria, apesar de todo o esforço que estamos fazendo. É duro tomar essa decisão, mas é necessária”, afirmou.

De acordo com o Governo do Estado, no período de vigência do isolamento social rígido, o Campeonato Cearense estará suspenso. Copa do Brasil e do Nordeste, no entanto, continuam. A paralisação acontece após a 1ª rodada da segunda fase da competição, disputada na última quarta (8), já sem nenhuma partida na Capital. 

Na Capital, o lockdown foi decretado no último dia 5 de março com validade até 18 de março. Embora houvesse uma recomendação para que as regiões em situação crítica adotassem a restrição, municípios comandados pela oposição resolveram não acatar a medida – que agora passa a ser definida em decreto estadual. 

Ampliação de leitos

Em virtude do avanço da segunda onda da Covid-19 no Ceará, novos leitos foram abertos e unidades de campanha anexas reativadas. Em dezembro passado, estavam ativos 186 leitos no Estado, número que refletia a situação de queda pré-segundo ciclo epidêmico. 

Atualmente, já são mais de 3,5 mil leitos voltados exclusivamente para o atendimento de pessoas que contraíram o novo coronavírus, sendo 1.013 de UTI e mais de 2.600 enfermarias.

Por Bruna Damasceno e Matheus Facundo/Diáriodonordeste

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Presidente Bolsonaro xinga e ameaça agredir o senador Randolfe Rodrigues

Bolsonaro chamou Randolfe de “bosta” e falou em “sair na porrada” com o senador. Em conversa gravada com o senador...

Globoplay anuncia documentário sobre Karol Conká com estreia para abril

"A Vida Depois do Tombo" tem estreia marcada para o dia 29 de abril, com exclusividade na plataforma de...

Laudo aponta 23 lesões por ‘ação violenta’ no menino Henry

Laudo da reprodução simulada em apartamento afasta hipótese de acidente e indica que menino começou a ser agredido 4...

Receita adia prazo de entrega da Declaração de Imposto de Renda para 31 de maio

Também foram prorrogados os prazos de entrega da Declaração Final de Espólio e da Declaração de Saída Definitiva do...
spot_imgspot_img

Não é papel do Senado investigar governadores e prefeitos, diz senador sobre CPI

Em entrevista à CNN, o líder da minoria Jean Paul Prates comentou iniciativas de ampliar escopo da investigação. Em entrevista...

Prazo para antecipação do 13º do INSS em abril está perto do fim

A inclusão da primeira parcela do 13º salário de aposentados e pensionistas na folha de pagamento de abril pode...
spot_img

Posts Recomendados