Governo do Piauí adota escala de trabalho especial entre o Natal e o Ano Novo

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Medida garante a continuidade dos serviços essenciais.

O Governo do Estado vai adotar a escala de trabalho no Natal e Ano Novo, de modo a não comprometer a continuidade dos serviços públicos. O secretário de Administração, Samuel Pontes do Nascimento, assinou a Portaria nº 544/2023, de 7 de dezembro de 2023, que institui a escala de trabalho, durante as festividades, em todos os órgãos e entidades da administração pública estadual direta e indireta do Estado.

O período para revezamento na escala de trabalho compreende os dias 26 a 29 de dezembro de 2023, em celebração ao Natal, e dias 2 a 5 de janeiro de 2024, em comemoração ao Ano Novo.

Secretário de Administração- Samuel Pontes do Nascimento Foto: Lucas Dias

A portaria estabelece as orientações aos órgãos e entidades da administração pública estadual direta e indireta, dispondo sobre a jornada de trabalho neste final de ano. O gestor de cada órgão deverá diligenciar na organização das escalas de trabalho voltadas ao revezamento das equipes de cada setor, primando pela racionalização das atividades e garantindo a continuidade dos serviços essenciais, com destaque para o atendimento ao público.

O revezamento deve ser implementado de forma a não comprometer a regularidade do funcionamento de nenhum setor, zelando pelo equilíbrio na distribuição das responsabilidades. Os gestores estão autorizados a estabelecer critérios específicos para a concessão das alterações da jornada de trabalho, respeitando a autonomia administrativa inerente a cada órgão.

Compensação

As horas dos dias não trabalhados serão compensadas. A compensação deverá ocorrer até a data limite de 31 de maio de 2024, sendo realizada por meio da antecipação ou postergação do início da jornada diária de trabalho, respeitando o horário de funcionamento do órgão.

O servidor que deixar de compensar as horas usufruídas durante o período de revezamento da jornada de trabalho ficará sujeito a descontos proporcionais nas remunerações relativas às horas não compensadas.

A compensação de horário está limitada a 2 horas diárias para servidores públicos, terceirizados e temporários e 1 hora diária para estagiários.

Sem escala

Os agentes públicos que optarem por não fazer a escala de revezamento deverão manter inalterada a jornada ordinária de trabalho em seus órgãos.
 

Leonidas Amorim
Leonidas Amorimhttps://portalcidadeluz.com.br
Acompanhe nossa coluna no Portal Cidade Luz e fique por dentro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Senado aprova projeto que renova cotas raciais em concursos públicos

Texto precisa ser aprovado pelos deputados federais até junho O Senado aprovou nesta quarta-feira (22) a reserva de vagas em concursos...

STF reconhece assédio judicial a jornalistas e veículos de imprensa

Decisão foi tomada por unanimidade Por unanimidade, o Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu nesta quarta-feira (22) o chamado "assédio judicial"...

Deputada Ana Paula quer explicações sobre fechamento de campus da Uespi

O Plenário da Assembleia Legislativa do Piauí aprovou, por unanimidade, o Requerimento 150/24, da deputada Ana Paula (MDB), solicitando...

Concurso da Polícia Militar: Alepi autoriza Governo do Estado a convocar novos candidatos

A proposta determina a contratação de mais policiais e mudanças no Estatuto da PM foram aprovadas em 1ª e...
spot_img

Projeto que prevê castração química para estupradores é aprovado no Senado

O tratamento químico hormonal deve ser voluntário; PL foi aprovado pela CCJ e segue para à Câmara dos Deputados. A...

Novo DPVAT: seguro obrigatório voltará a ser pago em 2025

Serão garantidos os custos de atendimentos médicos, fisioterapia, medicamentos, equipamentos ortopédicos, que não sejam disponibilizados pelo SUS. O pagamento de...
spot_img

Posts Recomendados