Cidades Índia ultrapassa Brasil e se torna 2º país do...

Índia ultrapassa Brasil e se torna 2º país do mundo com mais casos de Covid-19

-

A Índia atingiu, nesta segunda-feira (7), a marca de 4.204.613 casos confirmados do novo coronavírus desde o início da pandemia, ultrapassando o Brasil e se tornando o segundo país do mundo com maior número de infecções contabilizadas.

Agora, o país asiático possui cerca de 67 mil casos a mais do que o Brasil, que chegou às 4.137.521 infecções registradas após o mais recente balanço divulgado pelo governo no domingo, com 14.521 novos casos em 24 horas.

Foto: Jagadeesh NV/EFE

No total de casos, a Índia fica atrás apenas dos Estados Unidos, que até aqui somaram 6.276.365 infecções, segundo dados do painel em tempo real da universidade Johns Hopkins às 2h. 

Novo recorde de casos em um dia

O Ministério da Saúde indiano anunciou, na manhã desta segunda-feira pelo horário local (madrugada pelo horário de Brasília), o registro de 90.802 novos casos do coronavírus em 24 horas – um novo recorde diário global, superando a marca de 90.632 novas infecções contabilizadas pelo próprio país no dia anterior.

Segunda nação mais populosa do mundo – com 1,3 bilhão de habitantes, cerca de seis vezes a população brasileira -, a Índia começou a ver a taxa diária de casos acelerar a partir de maio, quando surtos já haviam eclodido com gravidade em outras regiões do planeta, como o Leste Asiático, a Europa e o continente americano.

Desde então, porém, a aceleração de casos diários tem sido constante em território indiano, enquanto outros países viram as médias se estabilizarem ou apresentarem queda.

A Índia atingiu a marca oficial de 1 milhão de casos do novo coronavírus em 17 de julho, praticamente um mês após o Brasil atingir o mesmo número de infecções. Já os 4 milhões de casos foram oficializados pelo país asiático no sábado, dois dias depois do Brasil alcançar a marca.

Terceiro país com mais mortes

Pelo quinto dia consecutivo, o país asiático registra também mais de mil mortes pela Covid-19 em um dia, com 1.016 novos registros de óbitos.

Com isso, a Índia, que já era o terceiro país do mundo com mais óbitos após recentemente ultrapassar o México, chega a 71.642 mortes por complicações da doença.

A Índia ainda segue distante da contagem de mortes confirmadas no Brasil (126.650 óbitos) e Estados Unidos (188.941), os dois países com mais vítimas fatais da pandemia até aqui, considerando os números absolutos.

Novo recorde de casos em um dia

O Ministério da Saúde indiano anunciou, na manhã desta segunda-feira pelo horário local (madrugada pelo horário de Brasília), o registro de 90.802 novos casos do coronavírus em 24 horas – um novo recorde diário global, superando a marca de 90.632 novas infecções contabilizadas pelo próprio país no dia anterior.

Segunda nação mais populosa do mundo – com 1,3 bilhão de habitantes, cerca de seis vezes a população brasileira -, a Índia começou a ver a taxa diária de casos acelerar a partir de maio, quando surtos já haviam eclodido com gravidade em outras regiões do planeta, como o Leste Asiático, a Europa e o continente americano.

Desde então, porém, a aceleração de casos diários tem sido constante em território indiano, enquanto outros países viram as médias se estabilizarem ou apresentarem queda.

A Índia atingiu a marca oficial de 1 milhão de casos do novo coronavírus em 17 de julho, praticamente um mês após o Brasil atingir o mesmo número de infecções. Já os 4 milhões de casos foram oficializados pelo país asiático no sábado, dois dias depois do Brasil alcançar a marca.

Terceiro país com mais mortes

Pelo quinto dia consecutivo, o país asiático registra também mais de mil mortes pela Covid-19 em um dia, com 1.016 novos registros de óbitos.

Com isso, a Índia, que já era o terceiro país do mundo com mais óbitos após recentemente ultrapassar o México, chega a 71.642 mortes por complicações da doença.

A Índia ainda segue distante da contagem de mortes confirmadas no Brasil (126.650 óbitos) e Estados Unidos (188.941), os dois países com mais vítimas fatais da pandemia até aqui, considerando os números absolutos.

Diego Freire, da CNN, em São Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Governo Bolsonaro é reprovado por 40% e somente 31% aprovam, aponta pesquisa Datafolha

No levantamento anterior, de dezembro, 37% consideram governo ótimo ou bom e 31%, ruim ou péssimo. Para 42%, Bolsonaro...

Secretários de Fazenda de todos os estados pedem medidas urgentes contra 2ª onda da Covid

O novo crescimento da pandemia de covid-19 levou secretários estaduais de Fazenda, sob a presidência do secretário do Piauí,...

Hospital Universitário de Teresina confirma que receberá 15 novos pacientes de Manaus

O Hospital Universitário (HU) confirmou na noite da sexta-feira (22) que receberá mais 15 pacientes vindos de Manaus precisando...

Prefeita Neidinha Lima apresenta os dirigentes dos diversos órgãos da Saúde em Guadalupe

Após reconduzir Paulo Rocha ao cargo de secretário e nomear a enfermeira Laura Sabrina como nova diretora do Hospital...

Secretaria de Saúde de Guadalupe divulga boletim que registra mais 14 novos casos da Covid-19

Boletim divulgado nesta sexta-feira (22), pela Secretaria Municipal de Saúde, mostra que os casos confirmados somam 474, os recuperados...

Na Rádio Cidade Luz FM, profissionais do CREAS falam sobre a importância do Janeiro Branco, principalmente em tempos de pandemia

A ação chama a atenção para os cuidados com a saúde mental a fim de trazer bem-estar e qualidade...

Posts Recomendados