Italiano é denunciado por usar braço de silicone em vacinação

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Enfermeira percebeu que se tratava de uma tentativa de ludibriar a vacinação. Homem se levantou e foi embora, mas a profissional da saúde o denunciou à polícia por fraude.

Um italiano de 57 anos que não queria tomar a vacina contra a Covid-19 foi ao posto de saúde nesta quinta-feira (2) com um braço de silicone para tentar enganar os profissionais de saúde do local. O incidente ocorreu na cidade de Biella, no norte da Itália.

Homem, de 50 anos, também seria um trabalhador da área da saúde. Fonte: correiodobrasil

O homem não teve a identidade revelada. Segundo o jornal “La Reppublica”, trata-se de um dentista de 50 anos que foi suspenso do trabalho por não querer se vacinar. A Itália adotou a política do passaporte de vacina, e quem deixa de se imunizar não tem acesso a todos os locais abertos ao público (leia mais ao final desta reportagem). Profissionais da saúde foram os primeiros obrigados a tomar as doses.

Nesta quinta, homem cumpriu os trâmites burocráticos da vacinação e, em seguida, sentou-se para receber a dose. Ele, então, ergueu a manga e deixou o “ombro” à mostra para que a injeção fosse aplicada. Neste momento, apesar da semelhança da cor do silicone com a pele do homem, a enfermeira percebeu que havia algo errado e pediu para que ele mostrasse o braço inteiro.

Ela deu sinais de que havia entendido o que estava acontecendo. O homem, então, pediu para que ela fingisse que não tinha visto. Filippa Bua, a profissional de saúde, procurou a polícia para flagrar o homem por tentativa de fraude.

De acordo com o jornal inglês “The Guardian”, não está claro ainda se o homem usava um braço inteiro de silicone ou se era uma camada de silicone sobre a pele. Em entrevista ao jornal “Corriere della Serra”, a enfermeira afirmou que o homem se levantou e foi embora rapidamente.

Passaporte da vacina

A partir de 6 de dezembro, uma segunda-feira, um comprovante de vacinação será exigido na Itália para o acesso a restaurantes em locais fechados, cinemas e eventos esportivos. Antes, bastava um teste negativo para entrar nesses ambientes.

A imunização também ficará obrigatória para servidores da segurança pública, militares e funcionários de escolas.

Segundo a plataforma Our World in Data, 73% de toda a população tomaram pelo menos duas doses da vacina, e 78% receberam ao menos uma dose.

Com informações do G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

‘Churrasco do brasileiro’: Preço da picanha cai, mas cerveja fica mais cara em 12 meses

Carnes, frango e linguiça estão mais em conta, mas pão de alho, vinagrete e bebidas se tornaram principais vilões...

Com investimento de R$ 3 milhões, governo do Piauí entrega escola “modelo” em tempo integral

Fundado em 1938, o Ceti Fenelon Castelo Branco foi totalmente reformado e requalificado para se adequar ao padrão Seduc. O...

Campeonato de Jerumenha estreia com vitória dominante do China sobre o Serraria por 4X0

O Campeonato de Futebol de Jerumenha teve seu pontapé inicial ontem, 13 de abril, com um confronto entre as...

Wellington Dias defende Bolsa Família para trabalhadores rurais com carteira assinada

A matéria tramita na Câmara dos Deputados e sofre pressão da bancada ruralista, que tenta acelerar a aprovação do...
spot_img

PL que regula atividade dos motoristas de aplicativos ganha mais tempo na Câmara

Os profissionais seguem acompanhando as discussões no Congresso, que agora terá o texto analisado por outras 3 comissões da...

Mais R$ 1,4 bilhão está ao alcance dos produtores rurais por meio do Plano Safra

O montante disponível para operações de crédito foi anunciado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).  Advogado especialista...
spot_img

Posts Recomendados