Lula autoriza a nomeação de 1 mil concursados do INSS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

A nomeação de novos servidores para o INSS é uma medida importante para fortalecer o quadro de pessoal e garantir um melhor atendimento aos cidadãos.

Nesta segunda-feira, 12 de junho, a Ministra de Estado da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck, publicou uma portaria autorizando a nomeação de mil candidatos aprovados no concurso público para provimento de cargos no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A portaria leva em consideração o Decreto determina os detalhes para a efetivação das nomeações.

Lula autoriza a nomeação de 1 mil concursados do INSS

De acordo com a portaria, a nomeação dos candidatos aprovados está condicionada à existência de vagas na data da nomeação e à declaração do ordenador de despesas sobre a adequação orçamentária e financeira das novas despesas, demonstrando a origem dos recursos a serem utilizados. Caberá ao INSS verificar previamente as condições necessárias para a nomeação dos candidatos aprovados, conforme as disposições do Decreto nº 9.739/2019, por meio da publicação de editais, portarias ou outros atos administrativos.

A nomeação de novos servidores para o INSS é uma medida importante para fortalecer o quadro de pessoal e garantir um melhor atendimento aos cidadãos. A autarquia enfrenta há algum tempo um déficit de servidores, o que tem gerado dificuldades no processamento de benefícios e na prestação de serviços aos segurados.

Com a autorização para nomeação de mil concursados, espera-se que o INSS possa agilizar os processos e reduzir as filas de atendimento, proporcionando uma resposta mais eficiente e rápida aos segurados que buscam pelos serviços previdenciários.

A publicação da portaria é um passo importante para a concretização das nomeações, mas ainda é necessário aguardar a divulgação de informações adicionais por parte do INSS, como a data de convocação dos aprovados e os prazos para apresentação de documentos e posse nos cargos.

A portaria da Ministra Esther Dweck entrou em vigor a partir de sua publicação, mas a efetivação das nomeações dependerá das etapas subsequentes a serem realizadas pelo INSS, conforme as normas e procedimentos estabelecidos. A expectativa é de que o instituto possa realizar as nomeações o mais breve possível, a fim de suprir a demanda por serviços previdenciários e melhorar a qualidade do atendimento aos cidadãos.

Gleison Fernandes
Gleison Fernandeshttps://portalcidadeluz.com.br
Editor Chefe do Portal Cidade Luz

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

‘Churrasco do brasileiro’: Preço da picanha cai, mas cerveja fica mais cara em 12 meses

Carnes, frango e linguiça estão mais em conta, mas pão de alho, vinagrete e bebidas se tornaram principais vilões...

Com investimento de R$ 3 milhões, governo do Piauí entrega escola “modelo” em tempo integral

Fundado em 1938, o Ceti Fenelon Castelo Branco foi totalmente reformado e requalificado para se adequar ao padrão Seduc. O...

Campeonato de Jerumenha estreia com vitória dominante do China sobre o Serraria por 4X0

O Campeonato de Futebol de Jerumenha teve seu pontapé inicial ontem, 13 de abril, com um confronto entre as...

Wellington Dias defende Bolsa Família para trabalhadores rurais com carteira assinada

A matéria tramita na Câmara dos Deputados e sofre pressão da bancada ruralista, que tenta acelerar a aprovação do...
spot_img

PL que regula atividade dos motoristas de aplicativos ganha mais tempo na Câmara

Os profissionais seguem acompanhando as discussões no Congresso, que agora terá o texto analisado por outras 3 comissões da...

Mais R$ 1,4 bilhão está ao alcance dos produtores rurais por meio do Plano Safra

O montante disponível para operações de crédito foi anunciado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).  Advogado especialista...
spot_img

Posts Recomendados