Pastor Silas Malafaia na mira da PF: origem do dinheiro que financiou ato de Bolsonaro será investigada

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Avaliação de fonte ligada à CBN é de que Bolsonaro, para evitar ser preso em ato na Avenida Paulista, ‘terceirizou’ ao pastor Silas Malafaia os ataques às instituições democráticas.

A Polícia Federal vai investigar de onde veio o dinheiro do pastor Silas Malafaia que financiou o ato do ex-presidente Jair Bolsonaro na Avenida Paulista, neste domingo (25).

Malafaia entrou na mira dos investigadores por ter organizado o ato e radicalizado o tom contra as instituições democráticas. Uma fonte ligada à investigação confirmou à CBN que o pastor pode ser incluído no hall dos investigados.

Jair Bolsonaro e Silas Malafaia em ato na Avenida Paulista — Foto: Marcelo D’Sants/Ato Press/Agência O Globo

A avaliação é de que Bolsonaro ‘terceirizou’ os ataques ao pastor. Apesar de ter adotado uma postura mais moderada, investigadores afirmam que o ex-presidente acabou confirmando a participação dele no esquema da elaboração de um golpe de Estado; e, que, se tivesse adotado o tom de Malafaia, ele estaria preso, uma vez que policiais federais acompanharam o ato presencialmente, com esquema montado no local.

Bolsonaro admitiu intenção de golpe?

A PF começou a transcrever o discurso de Bolsonaro. Os investigadores afirmam que, ao citar a existência da minuta do golpe, o ex-presidente admitiu a intenção de colocar em prática o plano, o que, por si só, já configura crime contra o Estado.

Para a PF, só o fato de tentar um golpe já é uma ilegalidade. No domingo, o ex-presidente ironizou o documento.

No escopo da investigação, o tenente-coronel Mauro Cid vai ser intimado a prestar um novo depoimento no início de março. Os investigadores querem que ele complemente informações sobre a origem de recursos que teriam sido usados para financiar a tentativa de golpe de estado. E vão perguntar mais detalhes da reunião de julho de 2022, ocasião em que a PF afirma que foi debatida a trama golpista junto da cúpula das Forças Armadas.

Caso Cid não responda aos questionamentos ou não colabore com a investigação, ele pode perder os benefícios da delação premiada.

A intenção da PF é concluir as investigações do esquema de golpe de Estado, das joias da Arábia Saudita doadas ao governo brasileiro e a adulteração no esquema do cartão de vacina do ex-presidente em julho. Depois disso, a PF indicia os suspeitos e encaminha o caso a Procuradoria-Geral da República (PGR), que vai analisar se oferece ou não a denúncia ao Supremo Tribunal Federal (STF).

O que diz Malafaia?

Pelas redes sociais, na noite desta segunda-feira (26), Silas Malafaia pediu que os ministros do STF ou qualquer pessoa indiquem onde ele radicalizou o tom, em discurso no ato deste domingo.

“Vem dizer que Bolsonaro terceirizou para mim os ataques ao STF. Que narrativa bandida! É o fundo do poço de uma imprensa cretina! Pois bem, eu vou fazer um desafio a quem quer que seja, até aos ministros do STF: eu desafio quem vai provar que eu menti, caluniei, ataquei o STF com injúrias. Eu falei verdades! Eu mostrei fatos! Querer produzir uma narrativa mentirosa para me atingir e atingir o presidente Bolsonaro? Eu combinei porcaria nenhuma! Será que não deu para ver que aquilo saiu do coração? Combinei porcaria nenhuma com Bolsonaro”, afirmou.

Leonidas Amorim
Leonidas Amorimhttps://portalcidadeluz.com.br
Acompanhe nossa coluna no Portal Cidade Luz e fique por dentro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Novos pontos de descanso em rodoviárias federais para motorista estão previstas em 2025

A portaria que cria a política pública foi publicado no diário oficial na sexta (19). Novos pontos de descanso para...

Pré-candidata a prefeita de Landri Sales destaca origem política e projetos em entrevista exclusiva à Rádio Cidade Luz

Adriana Sá destacou sua origem política, projetos para Landri Sales e comentou sobre o rompimento do atual prefeito com...

Mussoline Guedes destaca pioneirismo do Piauí no uso de IA em encontro de secretários de comunicação

O coordenador participou do 4º Fórum Nacional das Secretarias Estaduais de Comunicação, em Belém do Pará. O coordenador de Comunicação...

Rafael Fonteles anuncia parceria com a Meta para capacitar jovens em tecnologia e marketing digital

Assinatura do termo de cooperação entre a Meta, Seduc e IFPI, vai ocorreu no dia 25 de abril, durante...
spot_img

Governador entrega mais de 100 km de rodovias recuperadas e autoriza obras em São Lourenço do Piauí

Rafael Fonteles autorizou obras nas áreas de saúde, educação, infraestrutura, mobilidade e abastecimento de água. Cumprindo agenda no interior do...

Bolsa Família reduz desigualdades no Brasil, aponta PNAD Contínua do IBGE

Proporção de domicílios com pelo menos um beneficiário do programa chegou ao maior patamar da série histórica, com 19% Pesquisa...
spot_img

Posts Recomendados