Sinal Vermelho: vítimas de violência doméstica no Piauí podem pedir ajuda em farmácias

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

As mulheres vítimas de violência doméstica agora podem buscar ajuda em farmácias do Piauí. Trata-se da campanha Sinal Vermelho contra a violência doméstica, idealizada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), com o objetivo de estimular as denúncias de agressão, que aumentaram durante o isolamento social.

No Piauí, a campanha nacional também conta com o apoio da Associação dos Magistrados Piauienses (Amapi). “Muitas vezes, a mulher que sofre violência tem medo e dificuldade de denunciar, e essa campanha busca romper com o ciclo de silêncio. Assim, as farmácias são grandes parceiras da iniciativa, pois são locais de fácil acesso e acolhedores para mulheres que sofrem violência e querem denunciar os abusos por meio do desenho de um ‘X’ na palma da mão”, frisa o presidente da Amapi, juiz Leonardo Brasileiro.

Foto: TV Globo/ Reprodução

A ideia da campanha Sinal Vermelho é incentivar a vítima a desenhar um “X” na mão e exibi-lo ao atendente ou farmacêutico. A ação permitirá que a ajuda seja feita de maneira silenciosa e discreta pelo profissional da farmácia, que acionará a polícia para atendimento da mulher.

O presidente da Amapi, Leonardo Brasileiro, explica que balconistas e farmacêuticos não serão conduzidos à delegacia e nem, necessariamente, chamados a testemunhar. “O papel do atendente será apenas de comunicar a polícia. Durante a pandemia, mesmo com as medidas de isolamento, as farmácias são locais que continuam a funcionar. Como o isolamento exige um tempo maior de convivência, muitas mulheres acabam tendo uma dificuldade de denunciar o agressor ou de buscar ajuda. Por meio da campanha, queremos estimular que essa mulher se sinta segura para pedir ajuda”, completa Brasileiro.

No Piauí, farmácias das redes Pague Menos, Globo e Drogasil já confirmaram participação na campanha Sinal Vermelho. Nas farmácias Pague Menos de Teresina, por exemplo, já foram colados cartazes para a divulgação da iniciativa.

Para saber mais sobre a campanha Sinal vermelho, basta acessar o site www.amb.com.br/sinalvermelho. No endereço eletrônico está disponibilizada a cartilha de orientação sobre a campanha para as mulheres e farmácias; a relação de farmácias que estão participando da iniciativa; e o termo de adesão à campanha.

Leonidas Amorimhttps://portalcidadeluz.com.br
Acompanhe nossa coluna no Portal Cidade Luz e fique por dentro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Promotor investiga patrocínio de R$ 8 milhões que ex-governador Wellington Dias liberou dos cofres públicos ao filme Mandu Ladino

O ex-governador Wellington Dias concedeu a liberação do orçamento em despacho no dia 16 de outubro de 2021. O promotor...

No Piauí, escolas estaduais voltam às aulas hoje e grevistas podem ter ponto cortado

Apesar do decreto, expedido na última quinta-feira, os professores prometem continuar mobilizados. O Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte)...

Vídeo: mulher é agredida durante show de Gusttavo Lima em Brasília

Imagens mostram vítima no chão sendo agredida por outras duas mulheres durante evento no Mané Garrincha nesse sábado (21). Em...

Juiz determina citação para que empresa de Rafael Fonteles pague dívida superior a R$ 3 milhões de contribuições previdenciárias

R$ 3,048 milhões foram atualizados em 2021. A União Federal ingressou com uma ação judicial contra o Grupo Educacional CEV,...
spot_img

Ciro Nogueira direcionou emenda para comprar caminhão de lixo de amiga que frequenta seu gabinete

A cidade Brasileira no Piauí, com 8 mil habitantes recebeu veículo compactador comprado com emenda do chefe da Casa...

De responsabilidade do Governo do Estado, rodovia PI-231 está esburacada e motorista faz tapa-buraco manual

Insatisfeito, um motorista do município resolveu tapar os buracos manualmente utilizando uma pá. A insatisfação com a situação é...
spot_img

Posts Recomendados