CuriosidadesTecnologia permite usar corpo humano para recarregar eletrônicos

Tecnologia permite usar corpo humano para recarregar eletrônicos

-

spot_img

Imagina carregar o celular só de colocá-lo no bolso? Cientistas de Singapura encontraram uma maneira.

Uma tecnologia inventada por pesquisadores da Universidade Nacional de Singapura pode transformar o seu corpo inteiro em um carregador sem fio.

Essa novidade permitiria que um único aparelho, como um smartwatch ou celular no bolso, recarregue outros, usando o corpo humano como meio de transmissão de energia.

Imagem – Reprodução

Em um estudo publicado neste mês no periódico Nature Electronics, a equipe responsável pela engenhoca explica que o carregamento sem fio, muitas vezes, é limitado pela presença de um corpo sólido, o que é chamado, em inglês, de body shadowing (sombreamento do corpo, em tradução livre). Em vez de tentar eliminar o problema, eles passaram a enxergar o corpo como um possível condutor, numa tecnologia chamada de body-coupling (associação ao corpo). 

O usuário colocaria alguns receptores e transmissores suficientes para cobrir a área do corpo e um transmissor em um único aparelho. O sistema, então, usaria a energia desse aparelho para carregar até dez outros que estiverem em contato. Assim, só seria necessário recarregar ou celular, ou o relógio, por exemplo. 

O líder do projeto, o professor associado do Departamento de Engenharia Elétrica e da Computação da Universidade Nacional de Singapura, Jerald Yoo, disse à revista BioSpectrum Asia que a descoberta pode permitir, um dia, a eliminação de baterias. 

“Baterias estão entre os componentes mais caros de aparelhos do tipo wearable, e elas acrescentam volumes ao design. Nosso sistema único tem potencial para omitir a necessidade das baterias, assim permitindo que os fabricantes miniaturizem os aparelhos e reduzam os custos de produção significativamente”, disse. “O que é ainda mais animador, sem as restrições das baterias, nosso desenvolvimento pode permitir uma nova geração de wearables, como acessórios para jogos, diagnósticos remotos e adesivos para eletrocardiogramas”.

Yoo afirmou que a equipe continuará trabalhando para incrementar o sistema, que ainda não tem previsão para ser usado em qualquer aparelho comercial.

Anna Satie, da CNN em São Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Sesapi vai realizar mutirões de cirurgias de catarata nos municípios de Piripiri, Cocal e Parnaíba

A Secretaria de Saúde do Piauí quer intensificar os mutirões de cirurgias, diminuindo as filas de espera. Com o retorno...

No skate, Brasil conquista a primeira medalha na olimpíada de Tóquio

A primeira medalha brasileira nas Olimpíadas de Tóquio foi conquistada na estreia do skate nos Jogos, com Kelvin Hoefler....

Prefeitura de Floriano capacita vigilantes do município

"É um evento grandioso para o município, pela valorização, pelo trabalho, mas contudo pela proporção do aprimoramento no que...

Apostador de Floriano ganha sozinho quase R$ 5,5 milhões na Quina

Sozinho, o sortudo fez apenas um jogo com 7 números na unidade lotérica Mega Sorte e levou R$ 5.420.758,34. Um...
spot_img

Jair Bolsonaro promete rasgar o verbo e revelar fraude eleitoral de 2014 na próxima quinta, 29 de julho de 2021

O presidente afirmou que haverá apresentação à imprensa com fotografia minuto a minuto. Mandatário alega que Aécio Neves teria...

Varíola dos macacos deixa Estados Unidos em alerta com a doença

O homem, que é considerado o primeiro caso de varíola dos macacos no país desde 2003, foi levado ao...
spot_img

Posts Recomendados