Alterações no ritmo do coração são normais?

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Especialista fala sobre as arritmias cardíacas, condição em que as batidas do coração saem do compasso.

O coração acelerado, ou demasiadamente lento, pode indicar que há algo de errado na saúde cardiovascular. As arritmias cardíacas, caracterizadas pelos batimentos irregulares do coração, podem aparecer por diversos motivos e de três maneiras: taquicardia, quando o coração bate rápido demais, bradicardia, quando os batimentos são lentos e, quando estão irregulares, é chamada de fibrilação arterial. E, de acordo com o Ministério da Saúde, cerca de 5% da população brasileira sofre com algum tipo de arritmia, principalmente os jovens, diferente do que se pensa sobre a doença.

© iStock

Segundo o cirurgião cardíaco e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular, Dr. Élcio Pires Júnior, nem toda a arritmia é grave. Consideradas como arritmias cardíacas benignas ou esporádicas, esta versão da condição dura poucos segundos, comum em casos de medo ou ansiedade. O problema está na arritmia cardíaca maligna. “As alterações nas batidas do coração causam um impacto no bombeamento de sangue para o organismo, o que pode trazer consequências graves, como a morte súbita”, conta o cirurgião. 

Os dados da Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas (SOBRAC) indicam que as arritmias acometem cerca de 20 milhões de pessoas, resultando, todos os anos, em cerca de 320 mil óbitos por morte súbita no Brasil. 

 Quais os sintomas? 

Os sintomas das arritmias cardíacas incluem as palpitações, que podem durar alguns minutos ou até semanas, enjoos, desmaios, vertigens, queda da pressão e fadiga. E os fatores de risco para o desenvolvimento da condição são tabagismo, obesidade e sobrepeso, sedentarismo, hipertensão, abuso de bebidas alcoólicas, apneia do sono, diabetes, estresse e histórico familiar da doença. 

“Alguns pacientes podem desenvolver arritmias através de medicamentos para o tratamento de outras doenças, como os que tratam problemas da tireoide e asma. O abuso de substâncias como a cafeína, nicotina, cocaína e termogênicos também podem levar uma pessoa a desenvolver as arritmias cardíacas”, alerta o médico. 

Tem tratamento? 

Embora cada caso seja único, pacientes com arritmias cardíacas malignas, precisam de tratamento adequado e acompanhamento médico. Em muitos casos, a mudança do estilo de vida do paciente pode trazer melhoras significativas e ser o suficiente para curar as arritmias.   

“O tratamento das arritmias pode ser feito através de medicamentos ou, em casos mais graves, uma cirurgia pode ser indicada. Alguns dispositivos implantáveis como o CDI (cardioversor desfibrilador implantável), podem melhorar o quadro das arritmias. Pacientes com arritmias cardíacas tratadas podem levar uma vida normal, inclusive praticar exercícios físicos diariamente”, esclarece o especialista. 

Como prevenir? 

A prevenção para as arritmias cardíacas é a mesma para qualquer outra complicação cardiovascular: é preciso adotar hábitos saudáveis.  

“Além de abandonar o cigarro e maneirar na bebida alcoólica, a prevenção de arritmias é feita com uma alimentação equilibrada e exercícios físicos. A obesidade e o sedentarismo também podem levar uma pessoa a desenvolver a doença, portanto, é preciso ficar de olho e fazer a manutenção do peso. Cuidar da saúde emocional também é essencial para evitar o estresse e impedir que o coração seja sobrecarregado”, finaliza o cirurgião. 

Com informações do Notíciasaominuto

Leonidas Amorim
Leonidas Amorimhttps://portalcidadeluz.com.br
Acompanhe nossa coluna no Portal Cidade Luz e fique por dentro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Governo do Estado inaugura escritório da Investe Piauí no coração financeiro de São Paulo

A representação na capital paulista permite um ambiente de negócios favorável para o estado no Sudeste do Brasil. O governador...

Adriana Sá anuncia que vai percorrer comunidades de Landri Sales para ouvir a população e montar seu plano de governo

Durante entrevista na Rádio Cidade Luz ela informou que o cronograma completo das visitas às comunidades será divulgado em...

Senado começa a discutir aumento de benefícios para juízes, promotores e defensores

Intenção é oferecer benesses a cada cinco anos de serviço público; impacto aos cofres públicos é de R$ 42...

PT e PL entram com recurso no TSE para cassar mandato de Sergio Moro

As siglas decidiram mover ações, visando evitar a jurisdição da Justiça Eleitoral do Paraná. O Partido Liberal (PL) e a...
spot_img

TCU mantém condenação e ex-prefeita de Uruçuí tem que devolver R$ 188 mil aos cofres públicos

"PAGAMENTO DE DESPESAS NÃO COMPROVADAS" Os ministros da 1ª Câmara do Tribunal de Contas da União (TCU) rejeitaram o mérito...

Wellington Dias detalha o Programa Acredita no Primeiro Passo, lançado pelo presidente Lula

Voltado para o público do Cadastro Único, eixo da iniciativa lançada nesta segunda-feira (22.04), no Palácio do Planalto, deve...
spot_img

Posts Recomendados