Aplicativo do SUS passa a aceitar dados sobre raça e nome social

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Orientação sexual e identidade de gênero podem ser declaradas nas UBSs.

A partir desta segunda-feira (8), usuários podem autodeclarar informações sobre raça/cor e nome social no aplicativo Meu SUS Digital. De acordo com o Ministério da Saúde, também é possível inserir informações sobre orientação sexual e identidade de gênero na ficha de cadastro de unidades básicas de saúde (UBSs).

A medida, segundo a pasta, garante que todas as informações editadas e autodeclaradas sejam integradas ao Cadastro Nacional de Usuários do SUS (CadSUS). “Assim, as informações declaradas no aplicativo serão espelhadas nos sistemas das unidades básicas de saúde de todo o país”.

Em nota, o ministério destacou que a proposta é garantir a integridade das informações prestadas via Sistema Único de Saúde (SUS) e aprimorar o mapeamento de condições de saúde de diversos grupos da sociedade, além de viabilizar políticas públicas específicas.

No aplicativo

Ao acessar o app, o usuário será convidado a responder a autodeclaração do campo raça/cor, que deverá ser preenchido de forma obrigatória. Para editar o campo ou atualizar o nome social e o endereço, é preciso acessar a aba Meu Perfil. O usuário será direcionado para o Registro de Autodeclaração em três âmbitos, onde é possível corrigir ou incluir uma nova informação no perfil.

Para realizar a autodeclaração, é necessário ter conta com selo Ouro ou Prata de confiabilidade no portal Gov.br.  Caso a conta seja nível Bronze, o app dará as instruções de como subir o nível de segurança.

Nas UBSs

Nas UBSs, os campos de orientação sexual e identidade de gênero da ficha de cadastro são perguntas obrigatórias, feitas por profissionais durante o atendimento, “com respeito à autonomia dos usuários, que podem escolher se querem ou não respondê-las”, segundo o Ministério.

Com a nova atualização, sete orientações sexuais podem ser escolhidas: heterossexual, gay, lésbica, bissexual, assexual, pansexual e outro, além de sete identidades de gênero: homem cisgênero, mulher cisgênero, homem transgênero, mulher transgênero, travesti, não-binário e outro.

Gleison Fernandes
Gleison Fernandeshttps://portalcidadeluz.com.br
Editor Chefe do Portal Cidade Luz

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

GSI derrubou 13 drones suspeitos em eventos do presidente Lula

O evento que mais teve drones derrubados foi durante a caminhada do Dois de Julho, em Salvador (BA) O Gabinete...

Fuzil AR-15, reação de sniper e mais: veja os detalhes do atentado contra Donald Trump

Trump foi alvo de um atentado durante comício na Pensilvânia, no sábado (13). Atirador foi morto e teve amostras...

Secretaria da Saúde realiza ações em alusão ao Dia do Homem e do Motorista

Na programação constam atividades com ações de saúde, capacitação, distribuição de preservativos e ações educativas. A Secretaria de Estado da...

Inscrição para concurso da Justiça Eleitoral termina na próxima quinta-feira

As inscrições para o concurso unificado da Justiça Eleitoral estão abertas até quinta-feira, 18, às 18h. As inscrições para o...
spot_img

PRF registra aumento de 166% na recuperação de veículos roubados no Piauí

Somente neste ano, 170 veículos roubados, furtados, adulterados ou apropriados indevidamente foram recuperados no Piauí. Nos primeiros 10 dias de...

Piauí tem municípios com alerta de baixa umidade e de vendaval até 16 de julho

Com alerta amarelo estão 143 cidades, onde a previsão é de umidade relativa do ar variando entre 30% e...
spot_img

Posts Recomendados