Piauí "Amulate": Gyselle Soares produz filme piauiense e busca patrocínio

“Amulate”: Gyselle Soares produz filme piauiense e busca patrocínio

-

As gravações estão previstas para começar no segundo semestre deste ano em cidades do Piauí, Rio de Janeiro e Paris.

A atriz e ex-BBB, Gyselle Soares, de 37 anos, será produtora e protagonista do filme “Amulate”, longa-metragem que contará a história de vida de uma jovem piauiense quebradeira de coco babaçu, que trabalha incansavelmente para conseguir o mínimo para subsistência.

As gravações estão previstas para começar no segundo semestre deste ano em cidades do Piauí, Rio de Janeiro e em Paris, na França. A obra está na etapa de captação de patrocínio e contratação do elenco. Ainda não há data prevista para lançamento.

Gyselle Soares

“É muito difícil fazer cinema aqui no Piauí, mas eu sempre tive vontade de produzir um filme internacional mostrando as belezas e cultura do nosso Estado. Amulate, que do francês para o português significa – a morena -, vai ter metade produção francesa e brasileira. Algumas cenas do filme serão gravadas em Paris, na França. O filme é uma história de superação, de uma mulher bonita quebradeira de coco babaçu, que consegue subir na vida com muita garra e determinação”, explica

O longa é uma coprodução das produtoras Gyselle Soares Filmes e Animal Filme, pertencente ao também ator Roberto Rowntree, que participará da trama. Além dele, estão confirmados no elenco os atores Chico Carvalho e Kayke Brito. A obra vai contar ainda com outra produtora francesa e está na etapa de captação de recursos.

“O Roberto, que também vai produzir, vai ser o meu marido no filme, onde vai protagonizar algumas cenas de violência. Ele vai interpretar um homem apaixonado, porém violento. Já o ator piauiense Chico Carvalho, vai ser o meu pai no longa. O Kayke Brito vai ter uma aventura comigo em Paris, na França. Ele será um produtor de música na cidade francesa e que vai descobrir esse talento em mim. Agora, estamos atrás de financiamento da obra e também trabalhando na contratação de outros atores”, resumiu.

“Essa história será contada em cidades do Piauí, do Rio de Janeiro, e também em Paris. E é dentro desse contexto que vamos abordar o sofrimento de uma mulher forte, da região rural do semiárido nordestino, que é obrigada a se casar contra a própria vontade e depois ainda precisa lidar com a violência e os abusos físicos e psicológicos de um marido abusivo. Amulate ainda mostrará a beleza da mulher nordestina e o seu talento para a dança e o canto das músicas regionais e as belezas do litoral de Piauí, em uma história de dor, sofrimento e superação”, conta.

Gyselle explica que a produção foi uma de suas ideias colocadas em práticas durante a pandemia. A atriz revelou o desejo de levar o longa piauiense ao cenário nacional e internacional. Uma das ideias do filme é retratar a beleza da mulher nordestina sobretudo a sua capacidade de ascensão profissional apesar das dificuldades do sertão.

“A pandemia aflorou essas ideias. O meu maior desejo é que todas as nossas belezas sejam vistas nacionalmente e internacionalmente. Temos muitas coisas boas aqui, muitas pessoas incríveis que precisam ser valorizadas pelo trabalho que fazem. Portanto, esperamos contar com o apoio dos empresários para produzir esse longa. Ele está sendo escrito por Reinaldo Guedes. Estou muito feliz porque essa será uma oportunidade que vão ter de levar um filme piauiense para o mundo inteiro. Uma história forte de uma mulher guerreira, bonita e de uma cultura imensa”, pontua.

Lançamento do livro em fevereiro

Gyselle também fará em fevereiro o lançamento do livro “Bonjour, Paris! – como fazer sucesso fora do Brasil”

“Costumo dizer que esse é um livro de informações. É um livro que mostra como uma menina saiu daqui servindo cafezinho e ganhou os tapetes vermelhos. Como ela conseguiu? A gente não consegue fazendo as coisas de qualquer jeito. Consegue se adaptando, sendo curioso, sabendo aproveitar as oportunidades, e tudo isso vai constar no livro. Principalmente, as minhas experiências e códigos na França”.

“Esse livro será lançado por uma editora piauiense porque também queremos valorizar o trabalho realizado aqui. Eu recebi uma proposta de outra editora, fora do Estado, mas eu quero que o nosso estado seja valorizado. A biografia será escrita pela Alcione Maria com correção do professor Wellington Soares.

A data do lançamento ainda será divulgada pela atriz.

Por Jorge Machado/Portalodia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Senado aprova PEC do Auxílio Emergencial em primeiro turno

Votação do segundo turno da PEC foi convocada para esta quinta às 11h. O Senado aprovou na noite da quarta-feira,...

Google muda modelo de publicidade e evita usar histórico individual de navegação

A mudança é consequência direta de uma medida revelada pela companhia em 2020, quando anunciou a intenção de eliminar...

Brasil registra 1.910 mortes por Covid-19 em 24h e bate novo recorde

Com isso, chega a 259.271 o número total de vidas perdidas no País. O Ministério da Saúde registrou nesta quarta-feira...

Decreto de Wellington Dias é prorrogado até 15 de março e toque de recolher será a partir das 22 horas

No final de semana, permanece como o decreto vigente, com os lockdowns parciais, em funcionamento apenas os serviços essenciais. O...

Familiares e amigos realizam Campanha Solidária em prol do tratamento de saúde de Teresa Pereira de Andrade

A senhora Teresa Pereira de Andrade, de 75 anos, é moradora do Bairro Bela Vista no município de Guadalupe....

Lumena é eliminada no quinto paredão do BBB21 com 61,31% dos votos

A participante ficou marcada pelas frases de efeito envolvendo palavras difíceis. Lumena Aleluia foi a quinta eliminada do BBB 21...

Posts Recomendados