Bolsonaro sanciona projeto que anistia multas aplicadas a partidos

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

A estimativa é de que essa anistia possa chegar a R$ 70 milhões.

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta sexta-feira, 17, o projeto de lei que anistia multas aplicadas a partidos políticos, com um veto. Esta é a primeira vez desde 1995 que um presidente autoriza o cancelamento deste tipo de punição às siglas. A lei 13.831 será publicada no Diário Oficial da União na próxima segunda-feira, 20. O prazo para a sanção terminava nesta sexta.

Foto: Allan Santos / PR / Divulgação / CP

A estimativa é de que essa anistia possa chegar a R$ 70 milhões, valor dos débitos dos diretórios municipais de quase todas as legendas com o Fisco.

A nova lei altera a Lei dos Partidos Políticos e, dentre outros pontos, estabelece que as siglas que não tenham aplicado o mínimo de 5% das verbas do Fundo Partidário para promover a participação política das mulheres entre 2010 e 2018, mas que tenham direcionado o dinheiro para candidaturas femininas não poderão ter suas contas rejeitadas ou poderão sofrer qualquer outra penalidade.

A legislação atual determina que os recursos do Fundo Partidário devem ser aplicados na criação e na manutenção de programas de promoção e difusão da participação política das mulheres.

Bolsonaro vetou o trecho que permitia a anistia em caso de doações de servidores públicos que exerçam função ou cargo público de livre nomeação e exoneração, desde que filiados a partidos políticos.

O presidente sancionou o projeto em reunião com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e com o subchefe de Assuntos Jurídicos, Jorge Antônio de Oliveira Francisco, no Palácio da Alvorada.

Nesta quinta-feira, 16, o presidente em exercício, Rodrigo Maia (DEM-RJ), chegou a assinar o texto e deixou pronto para ser publicado no DOU, mas teve dúvidas e optou por não encaminhá-lo à sanção.

Procurado, Maia confirmou ao Broadcast Político que chegou a assinar, mas disse que não enviou para publicação. “Estava com dúvida se deveria sancionar ou não”, explicou.

Maia poderia sancionar porque assumiu a Presidência da República interinamente com a viagem de Bolsonaro aos Estados Unidos e a do vice, Hamilton Mourão, à China. Bolsonaro tem retorno previsto para a manhã desta sexta.

O projeto prevê ainda outras mudanças que, apesar de não envolverem diretamente dinheiro público, abrandam exigências aos partidos. Uma delas, segundo analistas, reduz a democracia interna nas siglas ao permitir que comissões provisórias funcionem por até oito anos.

O texto sancionado manteve a parte que desobriga órgãos partidários municipais sem movimentação financeira de enviar várias declarações e demonstrativos à Secretaria da Receita Federal do Brasil.

Com informações do Estadão conteúdo

Leonidas Amorim
Leonidas Amorimhttps://portalcidadeluz.com.br
Acompanhe nossa coluna no Portal Cidade Luz e fique por dentro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Mecânico preso por roubo a joalheria alega inocência e diz que estava em competição de ciclismo no dia do crime

O irmão do jovem contou que o sentimento da família com a prisão foi de injustiça. Aplicativo de monitoramento...

Jerumenha fortalece programa social do SCFV, que chega ao povoado Barra do Lance com atividades para idosos

O grupo denominado Renascer da Melhor Idade conta com a participação de 25 integrantes, aos quais serão oferecidas atividades...

Nova fase da Lesa Pátria identifica envolvidos em atos de 8 de janeiro

Estão sendo cumpridos 34 mandados judiciais em 7 estados e no DF A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira (29)...

Marido e esposa formam chapa para disputar a prefeitura de Canto do Buriti

Em um movimento político inusitado, o ex-prefeito Marquinhos Chaves, do município de Canto do Buriti, na região Sul do...
spot_img

Justiça do Piauí conclui separação de casal em 16 minutos; entenda o processo

O magistrado da Comarca destacou que o feito recorde se deu devido à integração entre os sistemas da Justiça...

Prefeitura de Floriano e Sebrae iniciam a 2ª etapa de capacitação dos permissionários do Mercado Público Central

A capacitação está sendo realizada de acordo com as áreas de vendas no mercado. A Prefeitura de Floriano, por...
spot_img

Posts Recomendados