Google não permitirá anúncios de políticos nas eleições municipais de outubro

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Em nota, o Google informou que a restrição aos anúncios começará em maio, quando as resoluções do TSE entrarão em vigor

O Google anunciou nesta quarta-feira (23) que não vai permitir anúncios políticos nas eleições municipais de outubro.

A medida foi tomada pela plataforma em função da resolução aprovada em fevereiro deste ano pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para restringir o uso de inteligência artificial (IA) e determinar a adoção de medidas de combate à circulação de fatos inverídicos ou descontextualizados.

Imagem: Nelson Jr./TSE

Em nota, o Google informou que a restrição aos anúncios começará em maio, quando as resoluções do TSE entrarão em vigor.

A empresa também declarou que apoia a integridade das eleições. “Vamos atualizar nossa política de conteúdo político do Google Ads para não mais permitir a veiculação de anúncios políticos no país. Essa atualização acontecerá em maio, tendo em vista a entrada em vigor das resoluções eleitorais para 2024. Temos o compromisso global de apoiar a integridade das eleições e continuaremos a dialogar com autoridades em relação a este assunto”, informou a empresa.

Pelas regras do TSE, as redes sociais deverão tomar medidas para impedir ou diminuir a circulação de fatos inverídicos ou descontextualizados. As plataformas que não retirarem conteúdos antidemocráticos e com discurso de ódio, como falas racistas, homofóbicas ou nazistas, serão responsabilizadas.

A resolução também regulamenta o uso da inteligência artificial durante as eleições municipais de outubro.

A norma proíbe manipulações de conteúdo falso para criar ou substituir imagem ou voz de candidato com objetivo de prejudicar ou favorecer candidaturas. A restrição do uso de chatbots (software que simula uma conversa com pessoas de forma pré-programada) e avatares (corpos virtuais) para intermediar a comunicação das campanhas com pessoas reais também foi aprovada.

O objetivo do TSE é evitar a circulação de montagens de imagens e vozes produzidas por aplicativos de inteligência artificial para manipular declarações falsas de candidatos e autoridades envolvidas com a organização do pleito.

Leonidas Amorim
Leonidas Amorimhttps://portalcidadeluz.com.br
Acompanhe nossa coluna no Portal Cidade Luz e fique por dentro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Fábio Novo espera mais de 30 mil pessoas na convenção que homologará sua candidatura

Fábio Novo afirma que esse será um dos maiores atos partidários já realizados na capital. O pré-candidato a prefeito de...

Prefeito de Teresina sanciona lei que autoriza empréstimo de R$ 17 milhões para saúde

O pedido foi aprovado em duas votações seguidas e em regime de urgência especial pela Câmara Municipal na semana...

Governador Rafael tem aprovação recorde de 90,13% em Teresina; presidente Lula é aprovado por 80,95%

A pesquisa foi realizada pelo Instituto Datamax em Teresina, de 15 a 18 de julho de 2024, com 2...

Grande final do Campeonato de Futebol de Jerumenha acontece neste sábado, 20 de julho

Juventus e Serraria vão disputar o título e as equipes Amigos FC e Extrema querem o terceiro lugar. Neste sábado,...
spot_img

João Vicente Claudino oficializa apoio ao pré-candidato Fábio Novo

O ex-senador convocou uma coletiva de imprensa nesta quinta-feira (18) para anunciar sua decisão e explicar os motivos. Na quinta-feira...

Para cumprir marco fiscal, governo suspende R$ 15 bilhões do orçamento

Do total, R$ 11,2 bi serão bloqueio e R$ 3,8 bi, contingenciamento Após reunião no Palácio do Planalto, o ministro...
spot_img

Posts Recomendados