Governador de São Paulo diz que imunizará população em janeiro

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

João Doria, disse neste sábado (12.dez.2020) que começará a imunizar a população de seu Estado em janeiro, como havia prometido, mesmo se o governo federal também comprar a vacina para um plano de imunização nacional.

“É o que queremos desde o início de outubro, quando o ministro [Eduardo Pazuello] anunciou a compra e, menos de 24 horas depois, foi desautorizado pelo presidente Jair Bolsonaro. O que questionamos é por que começar a vacinação apenas em março, se temos capacidade para fazê-lo em janeiro?”

© Divulgação/Governo de São Paulo João Doria exibe unidade da CoronaVac; governo paulista confeccionou faixa com dizeres

Doria se referiu ao episódio em que o presidente Jair Bolsonaro decidiu cancelar o acordo firmado pelo Ministério da Saúde para a compra de 46 milhões de doses da CoronaVac, a vacina contra covid-19 desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac Biotech em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo.

A reportagem do Poder360 apurou que Bolsonaro enviou mensagens a ministros com o seguinte teor:

“Alerto que não compraremos vacina da China. Bem como meu governo não mantém diálogo com João Doria sobre covid-19″. O presidente e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), são desafetos políticos.

Doria anunciou que a vacinação em São Paulo terá início no dia 25 de janeiro com a vacina Coronavac. O anúncio do governador de São Paulo foi criticado pelo governo federal.

Em nota, a Secretaria de Comunicação da Presidência disse que a decisão do tucano desrespeita a autoridade da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e é uma atitude “inconstitucional e ilegal”.

A agência ainda não aprovou nenhuma das 4 vacinas hoje testadas no Brasil: CoronaVac, Moderna, Pfizer e a do grupo Johnson & Johnson.

O Ministério da Saúde ainda não tem um calendário de vacinação, mas o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que busca recursos para comprar doses suficientes para vacinar toda a população.

“Determinei também que nós tivéssemos contratos, não vinculantes inicialmente, mas já contratos, memorandos de entendimento, com todas as fabricantes de vacinas que se disponibilizarem no nosso país. Isso está acontecendo.”

O governador disse que a movimentação do ministério também não interfere nas negociações do Estado com outros pares e cidades que demonstraram interesse na vacina que será produzida em solo paulista.

O Butantan informou que, até a 5ª feira (10.dez), governos de 11 Estados e 276 cidades já solicitaram a CoronaVac. Os Estados são: Acre, Pará, Maranhão, Roraima, Piauí, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo, Rio Grande do Norte, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Sul.

DO PODER360

Leonidas Amorim
Leonidas Amorimhttps://portalcidadeluz.com.br
Acompanhe nossa coluna no Portal Cidade Luz e fique por dentro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

SEINFRA realiza obras de tapa-buracos no Planalto Sambaíba e desobstrução em ruas de Floriano

A Prefeitura de Floriano, através da Secretaria de Infraestrutura, deu início a mais duas obras de reparo com o...

Ex-secretário de Administração do governo Dr. Pessoa terá que devolver R$ 10 milhões aos cofres públicos

A Segunda Câmara Virtual do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) acatou, por unanimidade, o teor de representação...

TRE do Paraná marca para 1º de abril julgamento que pode cassar Sérgio Moro

Anteriormente, o tribunal havia anunciado que a posse do novo desembargador José Rodrigo Sade ocorrerá em 6 de março. O...

Quem mudou de lado será julgado pela população, diz Ciro Nogueira sobre ex-aliados

Eleições 2024. Em entrevista ao Jornal do Piauí nesta quinta-feira (22), o senador Ciro Nogueira (PP) criticou a adesão de...
spot_img

Marcelo Castro diz que reeleição foi um ‘equívoco’ e defende mandato de 5 anos para o Executivo

Segundo o parlamentar, a expectativa é apresentar ao colégio de líderes as principais mudanças sugeridas ao projeto original da...

Câmara de Jerumenha faz abertura do ano legislativo com aprovação de projetos

Na abertura do ano legislativo, foram aprovados projetos importantes: reajuste salarial para servidores proposto pelo executivo, isenção de taxas...
spot_img

Posts Recomendados