MDS investe em tecnologia para maior eficiência e segurança das informações do Cadastro Único

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

O ministro Wellington Dias fez uma visita às instalações do Datacenter do ministério no Serpro, na sexta-feira,02. Equipamentos estavam defasados e foram sucateados pela gestão anterior, gerando fraudes em pagamentos de benefícios

O sistema que armazena os dados de mais de 43,8 milhões de famílias inscritas no Cadastro Único está mais seguro e eficiente. O Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS) tem investido na atualização dos equipamentos e tecnologias responsáveis pelo cruzamento de informações e por traçar os perfis socioeconômicos dos beneficiários dos 36 programas sociais que utilizam o registro.

Nesta sexta-feira (02.02), o ministro Wellington Dias fez uma visita às instalações do Datacenter do MDS, no Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), especialmente para conhecer o novo equipamento Teradata adquirido pela pasta, em um investimento de mais de R$ 31,17 milhões.

“Aqui compreendemos a importância desta instituição que é o cérebro e o coração do Brasil”, afirmou o ministro. “O Serpro está armazenando com tecnologia de ponta, moderna, avançada e com alto grau de segurança, dados fundamentais para levar adiante, de forma eficiente, a assistência social no país”, prosseguiu.

Em parceria com o Serpro, foi instalada uma nova máquina, mais moderna e de alto desempenho, para o processamento de Bancos de Dados Analíticos. O equipamento também trará maior segurança das informações dos beneficiários dos programas sociais do governo, além de garantir mais agilidade no cruzamento dos dados.

“Consideramos importante o espaço do Serpro para a assistência social, uma vez que temos todas as bases de dados de diversos órgãos federais e isto pode aprimorar a qualidade do Cadastro Único”, afirmou o diretor-presidente do Serpro, Alexandre Gonçalves. “Todos os equipamentos e infraestrutura que suportam os dados do MDS, encontram-se no Serpro”.

A etapa de modernização tecnológica permite ampliar a capacidade para estudos e projeções, com dados, planejamento, validação de condicionalidades, além da geração de informações gerenciais de forma muito mais rápida e com maior precisão.

“A integração do MDS com o Serpro vai modernizar o controle e acesso dos cidadãos aos programas sociais. Avançamos no que diz respeito a proporcionar mais qualidade de vida ao beneficiário. Estamos, cada vez mais, humanizando o atendimento ao cidadão por meio da tecnologia”, constatou o ministro Wellington Dias.

“A forma de nós colaborarmos é por meio da nossa tecnologia, deixar os dados mais precisos para levar maior assistência para o cidadão brasileiro”, finalizou Alexandre Gonçalves.

O prédio do Serpro em Brasília também será uma das sedes do G20 no Brasil, este ano. A entidade está atuando para implementar a solução de conectividade nos estados que receberão eventos interministeriais do grupo.

Herança

Em fevereiro de 2023, o MDS identificou uma falha na plataforma tecnológica que integra informações essenciais à execução dos programas sociais via Cadastro Único. A situação pode ter prejudicado milhares de cidadãos brasileiros em situação de vulnerabilidade na época.

“O governo anterior deixou sucatear, queimar sistemas em várias áreas. A conta aumentou com fraudes de toda ordem. Com o investimento que estamos fazendo, com várias áreas do governo juntas, teremos a integração do social. Será o cérebro de todo o social, e com computadores potentes, inteligência artificial, mega cruzamento de dados, do MDS, Trabalho, Saúde, Educação…”, recordou o ministro Wellington Dias.

O funcionamento da ferramenta em condições precárias elevava os riscos de perda de informações, gerando atrasos operacionais e comprometendo até mesmo o atendimento de demandas de controle externo. Também ficavam prejudicados os estudos, dados estatísticos, projeções e planejamento de novas políticas de atendimento à população mais vulnerável.

Em abril de 2022, técnicos do então Ministério da Cidadania já haviam apontado que os equipamentos utilizados na operação estavam ultrapassados: alguns componentes estavam em uso há mais de dez anos, outros haviam sido, inclusive, descontinuados.

Segundo documentação interna, não houve qualquer providência da gestão anterior, mesmo ciente de relatório técnico que apresentava defasagem nos equipamentos. Além disso, o ministério ficou sem contrato de suporte e manutenção do sistema entre junho de 2022 e o início de 2023, quando assumiu a atual gestão.

“Com mais eficiência, temos menos fraudes em todas as políticas sociais, com isso, sobra dinheiro para atender a quem precisa e ainda não foi atendido e ainda com correção de pagamentos, pode sobrar dinheiro para ajudar no equilíbrio das contas”, concluiu Wellington Dias.

2023 foi um ano de resgate e de reconstrução também para o Cadastro Único. A partir do repasse de R$ 400 milhões, o MDS trabalhou no fortalecimento e na qualificação da informação do registro.

O valor destinado à melhoria dessa importante fonte de informações faz parte de um montante de R$ 3,5 bilhões em investimentos no âmbito do Programa Emergencial de Atendimento do Cadastro Único no Sistema Único de Assistência Social (Procad-SUAS).

As atualizações são fundamentais para atender da forma mais adequada a população em vulnerabilidade, aprimorando o acesso a 36 programas coordenados pelo Governo Federal – do Bolsa Família à Minha Casa, Minha Vida.

Leonidas Amorim
Leonidas Amorimhttps://portalcidadeluz.com.br
Acompanhe nossa coluna no Portal Cidade Luz e fique por dentro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

SEINFRA realiza obras de tapa-buracos no Planalto Sambaíba e desobstrução em ruas de Floriano

A Prefeitura de Floriano, através da Secretaria de Infraestrutura, deu início a mais duas obras de reparo com o...

Ex-secretário de Administração do governo Dr. Pessoa terá que devolver R$ 10 milhões aos cofres públicos

A Segunda Câmara Virtual do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) acatou, por unanimidade, o teor de representação...

TRE do Paraná marca para 1º de abril julgamento que pode cassar Sérgio Moro

Anteriormente, o tribunal havia anunciado que a posse do novo desembargador José Rodrigo Sade ocorrerá em 6 de março. O...

Quem mudou de lado será julgado pela população, diz Ciro Nogueira sobre ex-aliados

Eleições 2024. Em entrevista ao Jornal do Piauí nesta quinta-feira (22), o senador Ciro Nogueira (PP) criticou a adesão de...
spot_img

Marcelo Castro diz que reeleição foi um ‘equívoco’ e defende mandato de 5 anos para o Executivo

Segundo o parlamentar, a expectativa é apresentar ao colégio de líderes as principais mudanças sugeridas ao projeto original da...

Câmara de Jerumenha faz abertura do ano legislativo com aprovação de projetos

Na abertura do ano legislativo, foram aprovados projetos importantes: reajuste salarial para servidores proposto pelo executivo, isenção de taxas...
spot_img

Posts Recomendados