Paratletas dão aula de superação no ciclismo, no Picos Pro Race.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Um exemplo foi Luiz Alves, o Luizinho, 48 anos, que perdeu uma das pernas em um acidente automobilístico. Natural de Floriano (PI), ele completou a prova mesmo depois de ter problemas com a bicicleta.

Provas de mountain bike costumam ser desgastantes e repletas de obstáculos pelo caminho: subidas íngremes, descidas perigosas… Completar o percurso exige um esforço tremendo sobre duas rodas. Agora imagina fazer isso pedalando com uma perna só.

No último fim de semana, durante o Picos Pro Race, que reuniu quase 400 ciclistas na região de Picos, Sul do Piauí, um grupo de atletas chamou a atenção e serviu de inspiração para outros competidores que pensavam em desistir no meio do caminho.

Um exemplo foi o piauiense Luiz Alves, o Luizinho, 48 anos, que perdeu uma das pernas em um acidente automobilístico. Natural de Floriano (PI), ele completou a prova mesmo depois de ter problemas com a bicicleta.

– Minha bike quebrou e eu tive que vir devagar com os caras. Veio um comigo e falou: “você pra mim é uma inspiração. Se não fosse você estar comigo agora, eu já tinha parado” disse.

A persistência nas provas já rendeu a Luizinho títulos nacionais e um pan-americano. Recentemente, o atleta se tornou vice-campeão brasileiro de paratriatlon e paraciclismo.

Outro ciclista que deu lição de superação no percurso foi Paulo Santana, 31 anos, de Aracaju (SE). Seu vigor ao longo da prova impressionou quem percorria as trilhas entre os municípios de Santana do Piauí e São José do Piauí. 

Paulo perdeu a perna direita em um acidente de carro aos 3 anos de idade. Entrou no esporte através do judô, mas só começou a pedalar há um ano e meio. No último domingo, subiu ao pódio do Picos Pro Race em terceiro lugar, na categoria voltada para os paratletas.

O pouco tempo em competições foi suficiente para o sergipano entender bem que os paratletas têm muito potencial e precisam ser mais valorizados.

Tem muitas provas que precisam valorizar mais o paratleta (… ) A gente é até um incentivo para qualquer pessoa que esteja no trecho, no caminho. A gente não tem obstáculo. A gente pula as barreiras.

Fonte: cidadeverde.com/naesportiva – Fotos: Roberta Aline

Gleison Fernandes
Gleison Fernandeshttps://portalcidadeluz.com.br
Editor Chefe do Portal Cidade Luz

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Lula anuncia 1.351 moradias do Minha Casa, Minha Vida para o Piauí

Foram anunciados, também, investimentos em transformação digital e no Porto Piauí, além de ações voltadas para as mulheres. O presidente...

Lula chega no Piauí e participa do encerramento da Caravana Federativa em Teresina

O presidente Lula já chegou a Teresina para participar do encerramento da 10ª Caravana Federativa, que está acontecendo no Centro de Convenções. Nessa sexta-feira (21),...

Receita abre hoje consulta ao 2º lote de restituição; veja como fazer

Ao todo, mais de 5,7 milhões de contribuintes serão contemplados, com um valor total de crédito de R$ 8,5...

Comemorações do Dia do Vaqueiro serão realizadas neste sábado, 22 de junho, em Guadalupe

A prefeita Neidinha Lima informou que, na programação, diversas atividades serão realizadas durante o dia: cavalgada, missa, homenagens, sorteio...
spot_img

“Vejo como desespero da oposição”, diz Fábio Novo sobre denúncia de compra de apoio em Teresina

Pré-candidato a prefeito de Teresina, Fábio Novo, comentou sobre a ação protocolada no Ministério Público Federal e disse nunca...

Serviços internos do Parque Nacional de Sete Cidades podem ser privatizados

Será iniciado um processo de permissão de uso das estruturas de apoio ao visitante. O Parque Nacional de Sete Cidades...
spot_img

Posts Recomendados