Cidades Prova de vida do INSS só será exigida em...

Prova de vida do INSS só será exigida em 2021

-

O INSS não vai bloquear benefícios por falta de prova de vida até janeiro 2021 para os beneficiários que, em condições normais, precisariam ter realizado o recadastramento de senha entre março e novembro ou, ainda, fazer o procedimento em dezembro deste ano.

A prorrogação da liberação da exigência por mais duas competências (novembro e dezembro) deverá ser oficializada nesta segunda-feira (30), data em que estava prevista a retomada dos bloqueios.

A prova de vida do INSS deve ser feita anualmente, na rede bancária, pelo beneficiário que recebe por meio de conta-corrente, poupança ou cartão magnético. Neste ano, porém, devido à pandemia de Covid-19, a exigência está suspensa desde março.

O recadastramento não está proibido. O segurado que quiser ou, eventualmente, for ao banco, poderá fazer a comprovação de que está vivo, segundo o INSS e a Febraban (Federação Brasileira de Bancos).

A Febraban destaca que os bancos mantiveram o atendimento aos beneficiários interessados em renovar suas senhas.

Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Itaú e Santander confirmaram que aposentados e pensionistas do INSS podem realizar o procedimento nas agências.

Alguns bancos orientam, porém, que há horário especial para atendimento a aposentados, pensionistas e pessoas do grupo de risco para a Covid. Quem for a uma instituição bancária deve seguir os cuidados recomendados para evitar contágio do coronavírus. Pessoas do grupo de risco devem evitar sair de casa.

Cada banco determina a data da forma mais adequada à sua gestão: existem bancos que utilizam a data do aniversário do beneficiário, outros utilizam a data de aniversário do benefício, assim como há os que convocam o beneficiário na competência que antecede o vencimento da fé de vida.

Quando a exigência for retomada, quem não comprovar que está vivo tem a renda bloqueada. Veja aqui as regras para a comprovação de vida neste ano.

Será preciso comparecer à agência onde recebe o benefício e apresentar um documento de identificação (carteira de identidade, carteira de trabalho, carteira nacional de habilitação e outros), com foto, para provar que está vivo e ter o pagamento restabelecido.

Algumas instituições financeiras já utilizam a tecnologia de biometria nos terminais de autoatendimento.

Do Folhapress

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

20 milhões de pessoas ainda terão saque do auxílio emergencial em janeiro

Calendário de pagamento segue até 27/01, serão pagas parcelas do auxílio original, de R$ 600, e do auxílio extensão,...

Ônibus que saiu do Piauí sofre acidente na Bahia e causa a morte de 05 pessoas

O fato ocorreu na madrugada desta sexta-feira (15), na BR-135, altura da cidade de Barreiras. Cinco pessoas morreram e ao...

Europa ultrapassa os 30 milhões de casos da Covid-19

As mortes pelo novo coronavírus já estão se aproximando dos dois milhões no continente. A Europa ultrapassou nesta sexta-feira, 15,...

Capital Mineira endurece novamente quarentena, mas comerciantes ameaçam boicotar medidas

O prefeito de BH cumpriu a promessa de fechar novamente o comércio após a população não ter respeitado as...

Janeiro Branco pede atenção para o aumento do consumo de álcool

O mês foi escolhido pela OMS para alertar para a saúde mental. No mês escolhido pela Organização Mundial da Saúde...

Whindersson Nunes mobiliza famosos para mandar oxigênio para Manaus

Whindersson está mobilizando os amigos para ajudar na crise provocada pela falta de oxigênio nas unidades de saúde que...

Posts Recomendados