Renault e Volkswagen desistem de IPOs relacionadas a carros elétricos: entenda

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

A Renault anulou o IPO (sigla em inglês para ofertas públicas iniciais) da Ampere, unidade de negócios independente com equipe totalmente dedicada aos veículos elétricos. O Grupo Renault declarou que as condições de mercado atuais não são ideais para continuar este processo de lançamento em bolsa.

Agora, a Volkswagen toma a mesma decisão da Renault e desiste dos planos de fazer uma oferta de ações de suas unidades para o mercado de veículos elétricos, desestimulada pela desaceleração da demanda e um mercado ainda reticente para ofertas públicas iniciais. A VW adiou os planos para buscar investidores externos para sua unidade de baterias PowerCo. A mudança nos planos das montadoras evidenciam as complexidades da transição para os veículos elétricos, à medida que a demanda por carros movidos a bateria diminui.

Fabricantes de automóveis têm adiado lançamentos de novos modelos, e empresas de aluguel reduziram as compras para suas frotas. À medida que os subsídios diminuem e o carregamento das baterias permanece um incômodo, a trajetória do mercado tem sido mais lenta do que o esperado para uma indústria que tem feito investimentos recordes em veículos elétricos. Os desdobramentos são um claro sinal de que os investidores estão muito incertos sobre o setor automotivo na Europa este ano, comenta Pierre-Olivier Essig, analista da AIR Capital em Londres.

As IPOs tiveram seu pior ano em mais de uma década em 2023, segundo dados compilados pela Bloomberg, prejudicadas pelo aumento das taxas de juros. A oferta do Ampere era esperada para ser uma das maiores este ano e vista como um possível ponto de virada. O CEO da Renault, Luca de Meo, buscava uma validação de até € 10 bilhões para o negócio — quase em pé de igualdade com o próprio valor de mercado da Renault. De Meo, que liderou a recuperação da empresa, disse que a geração de caixa aprimorada significava que o financiamento extra de uma oferta de ações não era mais necessário. Na Alemanha, a Volkswagen não está mais priorizando a oferta de ações ou uma possível listagem da PowerCo este ano ou no próximo, pois enfrenta dúvidas se pode produzir suas próprias baterias em escala.

Gleison Fernandes
Gleison Fernandeshttps://portalcidadeluz.com.br
Editor Chefe do Portal Cidade Luz

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

SEINFRA realiza obras de tapa-buracos no Planalto Sambaíba e desobstrução em ruas de Floriano

A Prefeitura de Floriano, através da Secretaria de Infraestrutura, deu início a mais duas obras de reparo com o...

Ex-secretário de Administração do governo Dr. Pessoa terá que devolver R$ 10 milhões aos cofres públicos

A Segunda Câmara Virtual do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) acatou, por unanimidade, o teor de representação...

TRE do Paraná marca para 1º de abril julgamento que pode cassar Sérgio Moro

Anteriormente, o tribunal havia anunciado que a posse do novo desembargador José Rodrigo Sade ocorrerá em 6 de março. O...

Quem mudou de lado será julgado pela população, diz Ciro Nogueira sobre ex-aliados

Eleições 2024. Em entrevista ao Jornal do Piauí nesta quinta-feira (22), o senador Ciro Nogueira (PP) criticou a adesão de...
spot_img

Marcelo Castro diz que reeleição foi um ‘equívoco’ e defende mandato de 5 anos para o Executivo

Segundo o parlamentar, a expectativa é apresentar ao colégio de líderes as principais mudanças sugeridas ao projeto original da...

Câmara de Jerumenha faz abertura do ano legislativo com aprovação de projetos

Na abertura do ano legislativo, foram aprovados projetos importantes: reajuste salarial para servidores proposto pelo executivo, isenção de taxas...
spot_img

Posts Recomendados