Destaques Um dia após eleição, São Paulo amplia restrições contra...

Um dia após eleição, São Paulo amplia restrições contra pandemia

-

Todo o estado de São Paulo vai regredir para a fase amarela do plano de abertura da economia. A decisão foi tomada pelo governador João Doria por conta do crescimento do número de pessoas que contraíram o novo coronavírus.

A decisão que deverá ser anunciada em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (30) foi confirmada à reportagem por fontes ligadas à saúde hoje de manhã.

Fluxo de pessoas no centro de São Paulo – Foto: Cecília Bastos

Até agora, 6 das 17 regiões do estado estão na fase verde do Plano SP. As medidas restritivas vão focar em bares, restaurantes e cinemas. Considerando os atuais critérios do governo, na Fase Amarela salões de beleza, bares, restaurantes, academias, parques e atividades culturais (com público sentado) podem continuar abertos, mas com restrições — há, porém, a possibilidade de abrandamento das restrições.

Esses estabelecimentos comerciais, incluindo comércio de rua, shoppings centers, academias e prestadores de serviço poderão funcionar por 10 horas (na fase verde, eram 12 horas). Outro setor que pode ser impacto é do das atividades culturais, que só são autorizados pelo governo a partir da fase verde (4). Caso não haja uma mudança nos critérios, teatros, museus, bibliotecas e cinemas podem ser forçados a interromperem suas atividades.

Antes da decisão de regredir para a fase amarela, seis das 17 regiões do estado estão na fase verde do Plano SP. As medidas restritivias vão focar em bares, restaurantes e cinemas, que terão restrição em seus horários de funcionamento.

O centro de contingência para a Covid-19 chegou a cogitar em regredir apenas as regiões mais críticas, mas o entendimento mudou. Está prevista até a manhã de terça uma reunião com prefeitos das regiões consideradas mais críticas: ABC Paulista, Baixada Santista e Sorocaba.

Shopping no centro de Brasília tem movimento intenso no último fim de semana antes do Natal

Veja as atuais restrições da Fase Amarela

Shopping Center, galerias e estabelecimentos similares:• Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local


• Horário reduzido (10 horas)
• Praças de alimentação (ao ar livre ou em áreas arejadas)
• Adoção dos protocolos geral e setorial específico

Comércio, Serviços, Salões de beleza e barbearias:


•Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local.
• Horário reduzido (10 horas).
• Adoção dos protocolos geral e setorial específico.

Consumo Local (Bares, restaurantes e similares):


• Somente ao ar livre ou em áreas arejadas
• Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local.
• Horário reduzido (10 horas).
• Consumo local até 17h.
• Consumo local até as 22h (se a região estiver a ao menos 14 dias seguidos na fase amarela).
• Adoção dos protocolos padrões e setoriais específicos.

Academias esportivas e centros de ginástica:


• Ocupação máxima limitada a 30% da capacidade do local.
• Horário reduzido (10 horas).
• Agendamento prévio com hora marcada.
• Permissão apenas de aulas e práticas individuais, mantendo-se as aulas e práticas em grupo suspensas.
• Adoção dos protocolos geral e setorial específico.

Eventos, convenções e atividades culturais:


• Permitido após a região ficar ao menos 28 dias consecutivos na fase amarela.
• Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local.
• Obrigação de controle de acesso, hora marcada e assentos marcados.
• Venda de ingressos de eventos culturais em bilheterias físicas, desde que respeitados protocolos sanitários e de distanciamento.
• Assentos e filas respeitando distanciamento mínimo.
• Proibição de atividades com público em pé.
• Adoção dos protocolos geral e setorial específico.

As informações são da CNN Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Reforço na segurança do tratamento de pacientes renais

Ministério da Saúde libera R$ 109,5 milhões aos estados e municípios para reforçar as medidas de segurança na estrutura...

Portugal registra recorde de mortes por Covid-19 em 24h

O país registou na terça-feira (26) um novo recorde de vítimas da Covid-19 em um único dia: foram 291...

Computação em nuvem impulsiona resultado da Microsoft

A Microsoft divulgou na terça-feira, (26) crescimento de 50% na divisão de computação em nuvem Azure, impulsionada pelos impactos...

Chamado de greve dos caminhoneiros ganha apoio de confederação CNTTL

O movimento para uma greve dos caminhoneiros na próxima semana ganhou adesão da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transporte...

Líderes religiosos reforçam pressão por impeachment de Jair Bolsonaro

Na lista estão padres católicos, anglicanos, luteranos, metodistas e também pastores. Em um movimento apresentado como uma "frente de fé",...

Brasil registra mais 1.206 mortes por Covid e se aproxima de 219 mil

País contabilizou 8.936.590 casos e 218.918 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia, segundo balanço do consórcio de...

Posts Recomendados