CidadesVenezuelanos são transferidos para Centro Social e aprovam novo...

Venezuelanos são transferidos para Centro Social e aprovam novo abrigo

-

spot_img

Os grupos estavam alojados em abrigos provisórios do KM7, Pastoral de Rua e MP3. Prefeitura de Teresina aguarda liberação de recursos federais para atender melhor os imigrantes.

Venezuelanos de três grupos foram transferidos nesta quinta-feira (4) para o Centro Social Urbano, no bairro Buenos Aires, Zona Norte de Teresina. Eles estavam alojados em abrigos provisórios do KM7, Pastoral de Rua e MP3.

De acordo com o coordenador do Centro Social Urbano, Charles Oliveira, estão abrigados 90 venezuelanos da tribo Uaral. O local foi cedido pelo governo do estado e reformado para atender os imigrantes. A coordenação será de responsabilidade da Prefeitura de Teresina.

Cerca de 30 integrantes da tribo Guarau, que estavam no KM 7, chegaram a ser transferidos até o novo abrigo. Mas devido à rivalidade entre as tribos, o grupo resolveu não ficar no Centro Social e retornaram para São Luís, no Maranhão.

“Foi feita toda uma força tarefa para transferir os imigrantes para um abrigo adequado. Contudo, eles são de culturas diferentes e não aceitaram dividir o mesmo espaço. Não foi por falta de atendimento e esforços da nossa parte”, explicou o coordenador.

A venezuelana Nilmele Mendonça estava abrigada na sede do MP3 e avaliou como positiva a transferência para o Centro Social. “Aqui tem mais espaço para as crianças brincar, a gente cozinhar, ascender fogo e armar redes, porque não somos acostumados a dormir em colchões”, disse.

Nilmele Mendonça abandonou o curso de Direito por conta da crise na Venezuela e veio com os cinco filhos, os pais e a avó para o Brasil. “Eu tive que deixar o estudo, a situação muito difícil, sem comida e dinheiro. Quero falar com o prefeito para me ajudar a seguir o meu curso”, comentou.

Segundo o secretário Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), Samuel Silveira, no Piauí haverá dois abrigos referências. Ele contou que aguarda liberação de recursos federais para contratação de profissionais que vão intermediar o convívio com os refugiados.

“Os outros abrigos eram improvisados e insalubres. A partir do acordo feito entre o governo do estado, prefeitura, com participação do Ministério da Cidadania e da ONU, foi definida essa transferência dos refugiados para um local apropriado”, explicou Samuel Silveira.

Com informações do G1PI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Irmão da primeira dama Michelle Bolsonaro tem cargo no Senado com salário de R$ 13,5 mil

O servidor Diego Torres Dourado, de 33 anos, irmão de Michelle Bolsonaro, foi nomeado no final de março para...

Prefeita Neidinha Lima anuncia a retomada de cirurgias eletivas no Hospital de Guadalupe

A prefeita Neidinha Lima anunciou a volta do conceituado médico Dr. Dílson Barbosa Gomes, com atendimentos em consultório e...

Governo Federal reconhece emergência em 34 cidades do Piauí por causa da seca

Agora, já são 51 as cidades piauienses com reconhecimento federal. A Defesa Civil Nacional reconheceu a situação de emergência em...

Tenente-coronel do Corpo de Bombeiros do Piauí morre vítima da covid

O comandante do Corpo de Bombeiros do Piauí, Coronel Demetrius Rodrigues do Rêgo, lamentou a morte do bombeiro. Morreu na...
spot_img

Juliette é atração confirmada na live ‘Carvalheira e Xand Avião na Fogueira’

Se não bastasse a presença de nomes como Xand Avião, DJ Ivis, Nattan e Tato do Falamansa, a live...

Florentino Neto anuncia chegada de mais 97.640 doses de vacinas ao Piauí

O anúncio foi feito através das redes sociais. O Piauí deve receber doses da Pfizer, Coronavac e Janssen. O secretário...
spot_img

Posts Recomendados