Wellington Dias defende Aliança Global Contra a Fome e a Pobreza

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Ele lembrou que o direito humano à alimentação adequada é um pilar fundamental das políticas brasileiras.

O Ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias, participou, nesta segunda (23), da abertura da Conferência de Segurança Alimentar Mundial, em Roma. Em seu discurso, o ministro destacou o compromisso renovado do Brasil no combate à fome e à pobreza e enfatizou a importância de uma aliança global para erradicar esse problema do mundo.

Wellington Dias defende Aliança Global Contra a Fome e a Pobreza

Wellington ressaltou que, sob a liderança do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Brasil está determinado a enfrentar o desafio da fome e da pobreza, após o país ter voltado a ser incluído no “Mapa da Fome” devido ao aumento da fome e da miséria no país nos últimos anos. Ele lembrou que o direito humano à alimentação adequada é um pilar fundamental das políticas brasileiras, conforme estabelecido na constituição do país.

“Se aqui no Comitê de Segurança Alimentar Mundial temos a formulação de diretrizes globais, com todo o diálogo e participação da sociedade civil, que é uma premissa fundamental aqui e também no Brasil, porém faltam a muitos países os recursos para implementar. Queremos, com essa Aliança Global, dar suporte e impulso político, recursos financeiros e cooperação técnica para apoiar a implementação direta de políticas de sucesso comprovado, em cada país que quiser participar. Uma Aliança Global contra a Fome e a Pobreza é um caminho para podermos trabalhar junto e focados em vencer esse desafio”.

Dias citou ainda o renomado brasileiro Josué de Castro, que foi no passado presidente do Conselho da FAO, lembrando que a fome é um problema que afeta tanto ricos quanto pobres, ainda que por diferentes razões. Em sua participação na conferência principal, o ministro deu seu apoio à eleição da próxima presidente do Comitê de Segurança Alimentar Mundial da FAO, a embaixadora da África do Sul Nosipho Nausca Jean Jezile.

Em um evento paralelo, organizado pelo CONSEA e MDS, discutiu-se, com a participação do Ministro Chefe da Secretaria Geral da Presidência, Márcio Macedo, e da Presidente do CONSEA, Elisabetta Racine, quem deve ser responsável pela governança da segurança alimentar e nutricional, assim como o combate à fome em todo o mundo, destacando a importância do diálogo e da participação social para o sucesso dos programas.

Com uma participação muito substantiva no Comitê de Segurança Alimentar Mundial, o Brasil, através do compromisso do Ministro Wellington Dias e da liderança do Presidente Lula, busca retomar seu papel de destaque na luta contra a fome e a pobreza, colaborando ativamente com o Comitê já estabelecido na formulação de diretrizes, e ajudando na construção de uma Aliança Global para apoiar a ação nos países de maneira eficaz.

O ministro continua a agenda em Roma nesta terça (24), quando promoverá, às 13:30 horário de Roma (8:30 horário de Brasília), o painel “Lições do Brasil – Recuperando-se dos reveses no combate à fome e à desnutrição e os desafios no caminho a seguir”. Durante sua passagem por Roma, terá ainda reuniões bilaterais com o Relator Especial das Nações Unidas para o Direito Humano à Alimentação, Michael Fakhri; com o Presidente do FIDA, Alvaro Lario; com a Vice Diretora Geral da FAO, Maria Helena Semedo; com a Ministra de Agricultura da África do Sul, Angela Thokozile Didiza, e a Presidente Eleita do CSA, Embaixadora Nosipho Nausca-Jean Jezile.

Com informações do MDS

Gleison Fernandes
Gleison Fernandeshttps://portalcidadeluz.com.br
Editor Chefe do Portal Cidade Luz

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Em crise na gestão, Doutor Pessoa busca ampliar base e é rejeitado

O prefeito de Teresina busca a reeleição, mas ainda não encontrou seu candidato a vice. Mesmo estando no comando do...

Nova Caderneta da Criança atualiza teste para detecção de autismo

A nova edição da Caderneta da Criança – Passaporte da Cidadania fornece um teste para detecção precoce de risco...

Médico do IML de Floriano é investigado pelo Ministério Público

O procedimento preparatório de inquérito civil foi instaurado pela promotora Ana Sobreira Botelho Moreira em 12 de junho deste...

Assembleia pede explicação à UFPI sobre demora para homologar resultado de eleição

Demora do reconhecimento do resultado da eleição para reitor preocupa presidente da Assembleia Legislativa, Franzé Silva. O presidente da Assembleia...
spot_img

Cigarros eletrônicos ‘Vapes’ provocam seis vezes mais intoxicação por nicotina que o cigarro comum

Atualmente, 3% da população do Brasil utiliza cigarros eletrônicos O cigarro eletrônico, conhecido como vape, provoca até seis vezes mais...

Antônio Reis assina ordens de serviço para construção de praça e melhorias no aterro sanitário de Floriano

"Essas obras são de suma importância para a população florianense, que receberá mais um espaço de lazer e convivência",...
spot_img

Posts Recomendados