NacionalCarnaúba, a árvore que é símbolo do Piauí, vira...

Carnaúba, a árvore que é símbolo do Piauí, vira exportação, oportunidade de renda e até livro

-

spot_img

Uma árvore com muitas riquezas: da carnaúba são feitos produtos variados, desde insumos industrias até um belíssimo artesanato, e inspirou até a produção de um livro.

O Piauí de Riquezas teve um encontro com um dos maiores orgulhos do nosso estado: a carnaúba. A palmeira encontrada em todo o território do estado e até mesmo no brasão oficial do Governo do Piauí.

Da carnaúba, tudo se aproveita. A palha é utilizada como fibra, e com o pó retirado da cobertura térmica das plantas, são produzidos óleos medicinais e vernizes. O caule esconde uma cera utilizada na indústria farmacêutica e de cosméticos. Os frutos, que se formam em cachos, são comestíveis.

Assista a reportagem

Segundo o empresário Catarino Barbosa, dono de uma indústria de beneficiamento da carnaúba, comenta que o conjunto de produtos retirados da palmeira são a segunda maior pauta de exportação do estado.

“Os três maiores compradores, hoje, são Estados Unidos e China, as potências mundiais, e a Alemanha. 90% da produção é destinada ao mercado externo”, comentou.

Em 2017, em uma votação pública, a carnaúba foi eleita a árvore símbolo do Piauí, por conta de sua importância e presença na paisagem do estado.

A palha que virou renda

Em Jaicós, na comunidade Várzea Queimada, a palha da carnaúba mudou o destino de dezenas de mulheres. Elas organizaram uma cooperativa para trabalhar a produção de produtos feitos da palha da carnaúba. Os produtos são variados: luminárias, tapetes, fruteiras, bancos, cestos.

“A ideia surgiu a partir do momento em se viu na trança tradicional, que é a trama feita da fibra da palha da carnaúba, oportunidade de estar gerando renda pra as mulheres da comunidade”, disse a artesã Marcilene Barbosa.

Árvore que virou livro

A importância da árvore para o estado é tamanha que inspirou o jornalista piauiense Zózimo Tavares a produzir o livro “Carnaúba: Uma riqueza do Piauí”. Além de um tratado sobre as potencialidades da planta, o livro é ainda uma homenagem ao estado.

“A semente desse livro eu plantei quando lancei em 2000 um livro chamado Piauí no século 20, e lá tem um capítulo especificamente sobre a carnaúba. Quando foi agora em 2018 eu retomei a pesquisa para fazer um livro exclusivamente sobre a carnaúba”, contou Zózimo.

O livro foi escrito em português e inglês. Além do texto do jornalista Zózimo Tavares, o livro traz fotografias de Aureliano Muller, Luciano Klaus, Juscelino Reis e Valdeci Ribeiro.

Com informações do Piauí de Riquezas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Enem 2021 só deverá ser realizado em janeiro do ano que vem

A prova relativa a 2020 foi adiada em função da pandemia e realizada só em janeiro de 2021, com...

Prova de vida do INSS volta a ser obrigatória; veja calendário

Caso o beneficiário não faça a comprovação de vida, o benefício pode ser suspenso ou bloqueado. O Instituto Nacional do...

‘Nada vai intimidar a CPI’, diz Renan Calheiros à CNN

Relator diz que governo tenta intimidar os trabalhos da comissão e 'não tem sequer uma linha de defesa'. Em entrevista...

YouTube pagará a criadores de conteúdo para usarem rival do TikTok

A empresa tem um orçamento de aproximadamente 540 milhões de reais. O sucesso do TikTok a nível mundial fez com...
spot_imgspot_img

AGU pede ao Supremo que garanta direito de Pazuello de ficar calado em depoimento à CPI

Depoimento já precisou ser adiado porque Eduardo Pazuello disse ter tido contato com pessoas com Covid. AGU também quer...

Painel da OMS: Pandemia “poderia ter sido evitada” se mundo tivesse agido antes

Painel independente nomeado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) conclui que emergência da Covid-19 deveria ter sido declarada mais...
spot_img

Posts Recomendados