Cidades China encontra coronavírus em pacotes de carne de porco...

China encontra coronavírus em pacotes de carne de porco importados do Brasil

-

O vírus estaria nos pacotes do produto, ainda não foi divulgado o nome do frigorífico responsável pelo lote.

Um distrito da província chinesa de Shandong detectou covid-19 em pacotes de 1 lote de carne de porco congelada importada do Brasil.

Moradores do distrito de Wendeng, na cidade de Weihai, que podem ter entrado em contato com a carne suína devem informar às autoridades.

Não foi informado, entretanto, a qual frigorífico brasileiro pertencia o lote.

A ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal) disse, por nota, que a covid-19 estaria na embalagem do produto, podendo ter ocorrido a contaminação durante as etapas de transporte do produto.

“As informações divulgadas até aqui destacam que os traços de covid-19 eventualmente encontrados estavam na EMBALAGEM do produto, o que indica que a contaminação deve ter ocorrido fora da unidade produtora –por exemplo, em uma das várias etapas de transporte até a chegada ao destino”, disse em nota.

Destacou ainda que a associação está em contato com as autoridades brasileiras para apoiar no levantamento de informações. E lembrou que não há evidências de contaminação do vírus a partir do consumo de alimentos.

Essa não é a 1ª vez que a China encontra o vírus em carne importada do Brasil. Em 13 de agosto, foi detectada a presença do novo coronavírus na superfície de uma asa de frango congelada.

O lote era destinado a cidade de Shenzhen, sul da China. O vírus foi encontrado depois de uma amostra ter sido enviada para centros locais de controle de doenças.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento informou, por nota, que “não foi comunicado oficialmente pelas autoridades chinesas“.

LEIA A NOTA NA ÍNTEGRA DA ABPA

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) está em contato com as autoridades brasileiras para apoiar o levantamento de informações sobre a ocorrência no distrito de Wendeng, na cidade de Weihai (China), divulgada pelas autoridades locais.

As informações divulgadas até aqui destacam que os traços de Covid-19 eventualmente encontrados estavam na EMBALAGEM do produto, o que indica que a contaminação deve ter ocorrido fora da unidade produtora – por exemplo, em uma das várias etapas de transporte até a chegada ao destino.

A ABPA lembra que não há evidências científicas de que a carne seja transmissora do vírus, conforme ressaltam a Organização Mundial da Saúde (OMS), a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO), a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

As informações são da Reuters.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Carreta com bois tomba e vários animais morrem na BR-316 no Piauí

A carga saiu de Gonçalves Dias no Maranhão e tinha como destino a cidade de João Pessoa, capital do...

Ocupação de leitos de UTI chega a 94%, maior da pandemia em Teresina

A ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) atingiu 94% em Teresina, um recorde em toda a...

Bíblia Sagrada é encontrada intacta após incêndio que destruiu loja do “Tem Tem” em Floriano

A loja de variedades ficou completamente destruída por um incêndio de grandes proporções, com inúmeras explosões, na noite de...

Primeiro satélite 100% brasileiro é lançado com sucesso de base indiana

Satélite, lançado na Índia nesta madrugada, fornecerá dados de sensoriamento remoto para observar e monitorar o desmatamento, especialmente na...

Pix passa a ser usado para pagar impostos estaduais e municipais

Segundo o Banco do Brasil, os governos do Acre, do Piauí e de São Paulo iniciaram a integração à...

Profissionais da Saúde de Guadalupe recebem capacitação sobre ventilação mecânica e manejo de pacientes com Covid-19

Além das técnicas do manuseio correto de pacientes com insuficiência respiratória, houve treinamento também sobre o uso do aparelho...

Posts Recomendados