Em abril, céu terá chuva de meteoros e passagem do “Cometa do Diabo”

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Veja os principais fenômenos do mês, segundo o guia de Efemérides Astronômicas do Observatório do Valongo, da UFRJ

O mês de abril chegou e traz consigo a possibilidade de observarmos a chuva de meteoros Líridas e a passagem do cometa 12P/Pons-Brooks, no céu noturno. Além de várias conjunções entre os astros celestes.

Vale pontuar que em abril os nossos vizinhos do Hemisfério Norte no México, Estados Unidos e Canadá poderão observar um eclipse solar total no dia 8, mas o fenômeno será invisível no Brasil.

O eclipse solar total ocorre quando a Lua, a Terra e o Sol ficam completamente alinhados e os raios solares são bloqueados por alguns minutos. Saiba mais sobre o fenômeno aqui.

Mesmo assim, os observadores do céu noturno no Brasil terão com o que se ocupar: o cometa 12P/Pons-Brooks, conhecido como “Cometa do Diabo”, estará visível, através do uso de binóculos, durante todo o mês de abril.

Foto: Reprodução/ Internet/ Getty Imagens

O apelido do cometa faz referência ao seu formato de chifre, resultado de uma pressão da radiação do Sol que formou uma espécie de cauda de gás e poeira.

O cometa 12P/Pons-Brooks atinge o periélio (momento de maior proximidade do Sol) no dia 21 e deve atingir seu brilho máximo no dia 23 de abril, quando estará mais visível, principalmente ao cair da noite, na direção oeste. Saiba como observá-lo.

Além disso, a chuva de meteoros Líridas vai registrar máxima atividade na madrugada do dia 22, quando deve estar visível na direção norte do céu.

O fenômeno ocorre quando um grande número de meteoros entram na atmosfera da Terra ao mesmo tempo. À medida que as rochas espaciais caem na direção do planeta, a resistência do ar sobre a rocha faz com que ela se torne extremamente quente, e vemos uma “estrela-cadente” no céu. Confira dicas para observar a chuvas de meteoro aqui.

A chuva de meteoros Líridas atinge o seu auge em 22 de abril. / Fernando Rodrigues/ via Unsplash

Quanto às conjunções entre astros, este é um fenômeno que ocorre quando dois ou mais corpos celestes aparecem bem próximos no céu — uma ilusão de ótica, já que eles seguem separados por milhares de quilômetros no espaço. E costuma ser possível de observar a olho nu de noite.

Veja abaixo os principais fenômenos astronômicos do mês de abril, de acordo com o guia de Efemérides Astronômicas do Observatório do Valongo, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

  • 6/4: Conjunção entre a Lua e Saturno, antes de amanhecer, na direção leste;
  • 7/4: Conjunção entre Lua e Vênus. No mesmo dia, Marte, Saturno, Lua e Vênus irão compor um belo quarteto celeste antes do amanhecer, na direção leste;
  • 10/4: Conjunção entre Marte e Saturno antes do amanhecer, na direção leste. Os astros estarão separados de apenas 0,7°. No mesmo dia, também pode ser observada uma conjunção entre a Lua, Júpiter e o cometa 12P/Pons-Brooks, no começo da noite, na direção oeste. Os astros estarão bem próximos à linha do horizonte;
  • 20/4: Conjunção entre Júpiter e Urano, na direção oeste, durante o crepúsculo. Os astros estarão separados por apenas 0,4°, mas, como estarão muito próximos da linha do horizonte, Urano deve conseguir ser avistado apenas com binóculos;
  • 21/4: Periélio (ponto mais próximo do Sol) do cometa 12P/Pons-Brooks. Este astro estará visível, por meio de binóculos, em céus escuros, durante todo o mês;
  • 22/4: Máxima atividade da chuva de meteoros Líridas, que poderá ser observada durante a madrugada na direção norte;
  • 23/4: Brilho máximo do cometa 12P/Pons-Brooks, que estará visível no começo da noite, na direção oeste;
  • 30/4: Saturno, Marte e Mercúrio estarão visualmente alinhados antes do amanhecer, na direção leste.

guia de Efemérides Astronômicas é produzido desde 2016 pelo Observatório do Valongo, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e traz os principais fenômenos que podem ser vistos no céu noturno a cada ano.

Com o objetivo de resgatar o interesse pela contemplação celeste, o material lista mês a mês quais corpos celestes estarão visíveis e qual a melhor forma de procurá-los. Além de trazer explicações simples sobre astronomia.

O guia completo, com mapas do céu, pode ser baixado gratuitamente aqui.

Leonidas Amorim
Leonidas Amorimhttps://portalcidadeluz.com.br
Acompanhe nossa coluna no Portal Cidade Luz e fique por dentro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Novos pontos de descanso em rodoviárias federais para motorista estão previstas em 2025

A portaria que cria a política pública foi publicado no diário oficial na sexta (19). Novos pontos de descanso para...

Pré-candidata a prefeita de Landri Sales destaca origem política e projetos em entrevista exclusiva à Rádio Cidade Luz

Adriana Sá destacou sua origem política, projetos para Landri Sales e comentou sobre o rompimento do atual prefeito com...

Mussoline Guedes destaca pioneirismo do Piauí no uso de IA em encontro de secretários de comunicação

O coordenador participou do 4º Fórum Nacional das Secretarias Estaduais de Comunicação, em Belém do Pará. O coordenador de Comunicação...

Rafael Fonteles anuncia parceria com a Meta para capacitar jovens em tecnologia e marketing digital

Assinatura do termo de cooperação entre a Meta, Seduc e IFPI, vai ocorreu no dia 25 de abril, durante...
spot_img

Governador entrega mais de 100 km de rodovias recuperadas e autoriza obras em São Lourenço do Piauí

Rafael Fonteles autorizou obras nas áreas de saúde, educação, infraestrutura, mobilidade e abastecimento de água. Cumprindo agenda no interior do...

Bolsa Família reduz desigualdades no Brasil, aponta PNAD Contínua do IBGE

Proporção de domicílios com pelo menos um beneficiário do programa chegou ao maior patamar da série histórica, com 19% Pesquisa...
spot_img

Posts Recomendados