G13 Empresário no Piauí, dono da Dinolândia, morre vítima da...

Empresário no Piauí, dono da Dinolândia, morre vítima da Covid

-

Flávio Germano tinha 74 anos e possuía comorbidades.

Atualizado às 15h20

Segundo informações de familiares, os dois filhos e a esposa de Flávio Germano também estão com Covid-19. Os filhos estão internados e a companheira está assintomática e em isolamento domiciliar.

Empresário Flávio Germano morre vitima de Covid-19 – Foto: Reprodução

A rede de lojas criada por Flávio Germano, Dinolândia, se manifestou através de uma nota de pesar nas redes sociais lamentando a morte do empresário. “É com profundo pesar que a família Dinolândia comunica o falecimento do Sr. Francisco Flávio Germano Magalhães, diretor presidente do grupo Dinolândia, neste domingo (10/01).

A vida tem vários mistérios, e o maior deles é a morte. Nunca poderemos entender o porquê de um ente amado ter que partir. A dor que sentimos é imensurável. Não há nada capaz de reparar uma perda como esta, mas em nome da família Dinolândia e do amor de quem fica e em honra da memória do Sr. Flávio Magalhães, é preciso continuar vivendo”, diz a nota.

O empresário Francisco Flávio Germano Magalhães, de 74 anos, dono das lojas Dinolândia, faleceu na madrugada deste domingo, 10 de janeiro, vítima da Covid-19. De acordo com informações, há cerca de 20 dias ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular de Teresina em tratamento da doença.

Flávio chegou a ser intubado durante o tratamento. Ele possuía comorbidades, o que agravou o seu quadro.

lávio Germano foi diretor administrativo da Guadalajara, empresa do grupo Claudino; e diretor administrativo da TV Clube, até abril de 2020.

Sindilojas lamenta morte do empresário

O presidente do Sindicato dos Lojistas do Estado do Piauí (Sindilojas), Tertulino Passos, afirmou que a morte do empresário Flávio Germano, na madrugada de domingo (10), em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de hospital particular de Teresina, em decorrência de complicações de Covid-19, foi uma grande perda para as empresas e para o Piauí.

“Foi uma grande perda a morte do Flávio. Era um sócio (do Sindiojas), bastante ativo e uma pessoa do bem, sempre estava contribuindo muito para o desenvolvimento da área empresarial. Ele, com seus conhecimentos econômicos, sempre estava lá para ajudar. Tanto que ajudava o , bem como aos seus associados e, mesmo, as empresas que não eram associadas”, afirmou Tertulino Passos. 

Segundo ele, Flávio Germano ajudava aos lojistas e empresas não apenas com seus conhecimentos econômicos, como também com sua experiência empresarial, já que foi diretor de grandes grupos empresariais do Estado.

“Ele detinha muito conhecimento, principalmente na área administrativa e de crescimento das empresas”, afirmou Tertulino Passos.

Do Meionorte.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Decreto de Wellington Dias é prorrogado até 15 de março e toque de recolher será a partir das 22 horas

No final de semana, permanece como o decreto vigente, com os lockdowns parciais, em funcionamento apenas os serviços essenciais. O...

Familiares e amigos realizam Campanha Solidária em prol do tratamento de saúde de Teresa Pereira de Andrade

A senhora Teresa Pereira de Andrade, de 75 anos, é moradora do Bairro Bela Vista no município de Guadalupe....

Lumena é eliminada no quinto paredão do BBB21 com 61,31% dos votos

A participante ficou marcada pelas frases de efeito envolvendo palavras difíceis. Lumena Aleluia foi a quinta eliminada do BBB 21...

Asteroide que passará pela Terra atende requisitos para ser ‘potencialmente perigoso’

Como se não houvesse problemas suficientes, a Terra está na mira de outro asteroide. Explicamos, o FO32, considerado o maior...

Georgiano Neto propõe a criação do Programa Primeira Empresa no Piauí

De acordo com o deputado, o programa já foi criado em vários estados com impactos positivos para a sociedade. Foi...

Brasil registra 1.726 mortes pela covid em 24h e volta a bater recorde diário

País contabilizou 10.647.845 casos e 257.562 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia, segundo balanço do consórcio de...

Posts Recomendados