Juiz determina investigação por suspeita de fraude no sistema de processos do TJPI para liberar veículos apreendidos

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

A suspeita a ser investigada é de que alguém ou alguma organização criminosa esteja utilizando o acesso indevido através das contas dos funcionários para vender o “serviço” de obtenção de sentenças fraudulentas.

O juiz titular da 6ª Vara Cível da Comarca de Teresina, Édison Rogério Leitão Rodrigues, determinou, na terça-feira (4), abertura de inquérito e investigação interna no Tribunal de Justiça do Piauí sobre o vazamento de senhas para acesso ao sistema do Processo Judicial Eletrônico (PJe). As senhas eram usadas para criar minutas de sentenças falsas para a liberação de veículos.

Tribunal de Justiça do Piauí, em Teresina — Foto: Ilanna Serena/g1

Segundo a apuração interna, alguém teria se utilizado dos perfis de acesso de alguns funcionários do Tribunal para criar minutas de sentença para conseguir a devolução dos bens apreendidos e a condenação da parte autora dos processos, para que fossem obrigados a pagar os honorários dos advogados dos réus.

Ainda segundo o juiz, a suspeita é de que alguém ou alguma organização criminosa esteja utilizando o acesso indevido através das contas dos funcionários para vender o “serviço” de obtenção de sentenças fraudulentas.

“Pelo contexto em que tudo ocorreu, é seguro dizer que a motivação para essas invasões é financeira, de modo que certamente alguém ou algum grupo organizado está explorando essas falhas de segurança e oferecendo tais “serviços” escusos aos eventuais interessados”, escreveu o juiz no ofício.

TJ e SSP

A assessoria do Tribunal de Justiça informou que “foi devidamente comunicado do ocorrido pelo magistrado da unidade e está adotando as providências internas para a apuração dos fatos”.

A Secretaria de Segurança Pública do Piauí informou que tomou conhecimento dos fatos e está adotando as providências cabíveis.

Invasão de contas de funcionários

Conforme o ofício do magistrado, a situação foi percebida depois que uma estagiária notou movimentação em seu nome no sistema do PJe, com a elaboração de uma minuta de sentença. Depois disso, outros casos semelhantes aconteceram.

Dias depois, outros servidores perceberam movimentações semelhantes. Em um dos casos, a estagiária chegou a fazer mudança de senha no sistema e, pouco tempo depois, uma nova inclusão de documento foi feita por meio do seu acesso.

O magistrado destacou no ofício que as movimentações se concentraram acerca de processos específicos. Em um deles, um advogado usou um dos documentos, inseridos de forma fraudulenta no sistema, para pedir a liberação de um caminhão apreendido após ordem judicial.

Diante da situação, o juiz solicitou a abertura de inquérito e investigação no setor de tecnologia e na Corregedoria do TJ.

“(…) o ocorrido (…) sem sombra de dúvidas se amolda aos tipos penais previstos nos arts. 154-A (Invasão de dispositivo informático) e 299 (Falsidade ideológica) do Código Penal, solicito, com fulcro no art. 5, II, do Código de Processo Penal, a abertura de inquérito para que se apure devidamente os fatos relatados, especialmente os endereços de IP, a localização física de onde essas minutas foram lançadas e, principalmente, os respectivos culpados”, declarou no pedido.

Gleison Fernandes
Gleison Fernandeshttps://portalcidadeluz.com.br
Editor Chefe do Portal Cidade Luz

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Nova Caderneta da Criança atualiza teste para detecção de autismo

A nova edição da Caderneta da Criança – Passaporte da Cidadania fornece um teste para detecção precoce de risco...

Médico do IML de Floriano é investigado pelo Ministério Público

O procedimento preparatório de inquérito civil foi instaurado pela promotora Ana Sobreira Botelho Moreira em 12 de junho deste...

Assembleia pede explicação à UFPI sobre demora para homologar resultado de eleição

Demora do reconhecimento do resultado da eleição para reitor preocupa presidente da Assembleia Legislativa, Franzé Silva. O presidente da Assembleia...

Cigarros eletrônicos ‘Vapes’ provocam seis vezes mais intoxicação por nicotina que o cigarro comum

Atualmente, 3% da população do Brasil utiliza cigarros eletrônicos O cigarro eletrônico, conhecido como vape, provoca até seis vezes mais...
spot_img

Antônio Reis assina ordens de serviço para construção de praça e melhorias no aterro sanitário de Floriano

"Essas obras são de suma importância para a população florianense, que receberá mais um espaço de lazer e convivência",...

Governo Lula não vai apoiar mudanças na lei do aborto, diz ministro Padilha

Em visita a Minas Gerais, o ministro disse que o governo vai trabalhar para que o PL não seja...
spot_img

Posts Recomendados