CidadesPfizer afirma que vacina contra Covid-19 tem 90% de...

Pfizer afirma que vacina contra Covid-19 tem 90% de eficácia

-

spot_img

A farmacêutica americana Pfizer disse nesta segunda-feira (9) que sua vacina experimental contra a Covid-19 mostrou ser 90% eficaz na prevenção da doença com base em dados iniciais de um estudo amplo, numa luta contra uma pandemia que matou mais de 1 milhão de pessoas, abalou a economia global e impactou o cotidiano das pessoas.

O estudo preliminar analisou os primeiros 94 casos confirmados de Covid-19 entre os mais de 43 mil voluntários que receberam duas doses da vacina ou um placebo. Segundo a farmacêutica, menos de 10% das infecções ocorreram em participantes que receberam a vacina. Mais de 90% dos casos ocorreram em pessoas que receberam placebo.

Felix Dlangamandla/Getty Images

A Pfizer e sua parceira alemã BioNTech são as primeiras farmacêuticas a anunciarem dados bem-sucedidos de um ensaio clínico em larga escala com uma potencial vacina contra o coronavírus. As empresas disseram que até o momento não encontraram nenhuma preocupação de segurança com a candidata a imunizante e que esperam pedir autorização para uso emergencial da vacina nos Estados Unidos neste mês.

Se obtiver a autorização, o número de doses da vacina será limitado inicialmente. Uma das questões pendentes é por quanto tempo a vacina fornecerá proteção. No entanto, a notícia divulgada dá esperanças de que outras vacinas em desenvolvimento contra o novo coronavírus também possam se mostrar eficazes.

A Pfizer disse que a vacina proporcionou proteção sete dias após a segunda dose e 28 dias após a dose inicial da vacina. O ensaio de Fase 3 envolveu 43.538 participantes desde 27 de julho. Até domingo, 38.955 dos voluntários receberam a segunda dose da vacina. A empresa diz que 42% dos locais de teste internacionais e 30% dos locais de teste nos EUA envolvem voluntários de origens racial e étnica diversas.

“Hoje é um grande dia para a ciência e para a humanidade”, disse Albert Bourla, presidente-executivo e chairman da Pfizer, em comunicado. “Estamos atingindo este marco crucial em nosso programa de desenvolvimento de vacina em um momento em que o mundo mais precisa, com as taxas de infecção atingindo novos recordes, hospitais ficando superlotados e economias sofrendo para reabrir.”

(Com informações de Michael Erman e Julie Steenhuysen, da Reuters)

Da CNN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Piauí recebe 14 mil doses da Coronavac para imunizar gestantes

As doses recebidas começarão a ser distribuídas a partir deste sábado (15). Nesta sexta-feira (14) o Piauí recebeu mais 14.400...

Prefeita de Guadalupe anuncia a construção de um novo Ginásio Poliesportivo para a cidade

A notícia foi dada pela prefeita Neidinha Lima, que lado do presidente da FUNDESPI, Clemilton Queiroz e do deputado...

“Se esse cara voltar, nunca mais vai sair”, diz Bolsonaro sobre Lula

As declarações ocorrem dois dias após uma pesquisa do instituto Datafolha mostrar Lula na liderança. O presidente Jair Bolsonaro demonstrou...

Senado aprova projeto que reduz tarifa de luz por cinco anos

Senadores aprovaram em votação simbólica, um projeto de lei que reduz as tarifas de energia elétrica pelos próximos cinco...
spot_imgspot_img

Enem 2021 só deverá ser realizado em janeiro do ano que vem

A prova relativa a 2020 foi adiada em função da pandemia e realizada só em janeiro de 2021, com...

Prova de vida do INSS volta a ser obrigatória; veja calendário

Caso o beneficiário não faça a comprovação de vida, o benefício pode ser suspenso ou bloqueado. O Instituto Nacional do...
spot_img

Posts Recomendados