Wellington Dias defende Bolsa Família para trabalhadores rurais com carteira assinada

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

A matéria tramita na Câmara dos Deputados e sofre pressão da bancada ruralista, que tenta acelerar a aprovação do texto.

Tramita na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei (PL) que flexibiliza a manutenção do Bolsa Família a trabalhadores rurais temporários com carteira assinada. A matéria já foi aprovada, em dezembro de 2023, na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara.

Atualmente, os acordos entre as empresas contratantes e os trabalhadores são feitos por meio do chamado contrato safra, previsto na Lei n° 5.889/73. O mecanismo permite a duração do contrato conforme o período entre o preparo do solo e a colheita.

Ministro Wellington Dias

O ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), Wellington Dias, defendeu a aprovação da proposta. Em entrevista ao ClubeNews, Wellington Dias reforçou que a medida garante os subsídios necessários à manutenção dos trabalhadores.

“[A intenção é garantir o] Bolsa Família não só para trabalhadores rurais com carteira assinada, mas também para outros trabalhadores. Veja que nós fizemos uma mudança muito significativa no programa Bolsa Família. O resultado: nós temos milhões de pessoas que recebem o dinheiro da carteira assinada e recebem o Bolsa Família”, garantiu.

Caso seja aprovado nas Comissões de Trabalho; Finanças e Tributação; e Constituição e Justiça; o texto segue direto para a análise do Senado. A bancada ruralista de parlamentares tenta pressionar o Governo para acelerar a tramitação do texto.

De acordo com o ministro Wellington Dias, para que o trabalhador de carteira assinada tenha o benefício do Bolsa Família suspensão são necessários alguns requisitos, como atingir o teto da renda familiar de R$ 3.530.

“Em uma família, por exemplo, de cinco pessoas, é preciso elevar uma renda superior a R$ 3.530 para poder sair do Bolsa Família. Isso está gerando muitos trabalhadores com carteira assinada, mais de 9 milhões de pessoas, e cerca de quatro milhões de pessoas no empreendedorismo”, disse.

Gleison Fernandes
Gleison Fernandeshttps://portalcidadeluz.com.br
Editor Chefe do Portal Cidade Luz

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

No Rio Grande do Sul, ciclone extratropical deve levar mais chuva e ventos fortes ao estado

Defesa Civil emitiu alerta para possibilidade de chuvas intensas em Porto Alegre nesta segunda Um ciclone extratropical vai começar a...

Uso de inteligência artificial e vaquinhas online falsas estão sendo usadas por golpistas para lucrar no RS

Em Santa Catarina, um adolescente foi alvo de um operação. As investigações apontam que ele criava vaquinhas virtuais, supostamente...

Alexandre Moraes nega recurso de Bolsonaro contra inelegibilidade

Ex-presidente foi condenado pelo TSE por abuso político e econômico O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes,...

UNIEG celebra o Dia do Evangélico em Guadalupe com inspiradora pregação do Preletor Wesllei Nogueira e a presença de autoridades municipais

Evangélicos, membros da União das Igrejas Evangélicas de Guadalupe e autoridades se uniram para celebrar a data comemorativa, no...
spot_img

Prefeito Antônio Reis recebe comenda da Ordem do Mérito Comercial Marquês de Paranaguá

A concessão da Ordem do Mérito Comercial Marquês de Paranaguá é um reconhecimento mais do que merecido pelo trabalho...

Nomofobia: o medo de ficar sem celular e seus efeitos em crianças e adolescentes

O transtorno pode afetar principalmente crianças e adolescentes. Muitas pessoas extrapolam o tempo de uso dos celulares e quando ficam...
spot_img

Posts Recomendados