PiauíBrasil registra 1.954 mortes pela covid-19 em 24h, bate...

Brasil registra 1.954 mortes pela covid-19 em 24h, bate novo recorde e ultrapassa EUA

-

spot_img

Média móvel bateu recorde pelo 14º dia consecutivo, com 1.573 mortes, em média, por dia.

O Brasil bateu nesta terça-feira, 9, recorde no número de mortes pela covid-19. Foram 1.954 pessoas que perderam a vida nas últimas 24 horas, de acordo com dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa. Até então o maior número era do último dia 3, quando houve 1.840 óbitos por causa do coronavírus. A marca é hoje o maior registro diário do mundo, ultrapassando os números dos Estados Unidos.

Foto: Secom Manaus

A alta acontece na semana em que grande parte dos Estados começou a colocar em prática medidas mais restritivas para controlar a proliferação da doença. Os números desta terça-feira, no entanto, podem incluir óbitos e casos que não foram contabilizados durante o final de semana. Isso acontece porque nem todas as secretarias de saúde repassam os dados para o governo estadual no sábado e no domingo

O recorde foi impulsionado pelo aumento da contaminação no Sul e Sudeste. São Paulo registrou 517 mortes pela covid-19 nesta terça, número mais alto desde o começo da pandemia. Nessas regiões, o Rio Grande do Sul foi o segundo Estado com mais óbitos, com 275, seguido por Paraná (206), Santa Catarina (108) e Rio de Janeiro (95). Ceará e Bahia também tiveram números expressivos, com 108 e 103 óbitos respectivamente.

A média móvel de mortes ficou em 1.575, dado que representa a média dos últimos sete dias. Foram também 69.537 novos casos confirmados nas últimas 24 horas.

No total, o País teve 268.568 mortes acumuladas pela doença, com 11.125.017 casos. Os dados do consórcio, composto por EstadãoG1, O Globo, Extra, Folha e UOL, são coletados junto às secretarias estaduais de saúde.

Os dados também apontam o País perto de um colapso no sistema de saúde. No total, 25 das 27 capitais do País apresentam taxas de ocupação de leitos de UTI para covid-19 iguais ou superiores a 80%. A situação é mais grave em 16 capitais, entre elas Brasília e Rio de Janeiro, onde os percentuais ultrapassam os 90%.

As informações são do Observatório Fiocruz Covid-19, divulgado no fim da tarde desta terça-feira, 9. Os especialistas da instituição alertaram para a gravidade da situação e para a necessidade de adoção de medidas de restrição de circulação mais rigorosas.

Segundo o Ministério da Saúde, 9.843.218 pessoas se recuperaram da covid-19 e há outras 1.010841 em acompanhamento. Na conta do ministério, que difere do consórcio em razão do horário de coleta, o País soma 11.122.429 casos, sendo 70.764 novos no último dia, e 268.370 óbitos, sendo 1.972 nas últimas 24 horas.

Mortes no Brasil passam da marca registrada nos EUA

O número de vítimas diárias da covid-19 no Brasil foi o maior do mundo nesta terça-feira, na comparação com dados divulgados até 20h. Dados da Universidade Johns Hopkins mostram que a média móvel diária de óbitos nos Estados Unidos caiu de 1.910 para 1.563 nos últimos 14 dias. A letalidade da doença nas cidades americanas historicamente liderava as estatísticas absolutas, com mais de 4 mil registros em um único dia, como chegou a acontecer em janeiro.

Com o avanço de uma ampla campanha de vacinação, com mais de 90 milhões de doses aplicadas e 18% da população imunizada com ao menos a primeira dose, os Estados Unidos têm visto os números caírem ao longo das últimas semanas. Nesta terça-feira, levantamento do jornal The Washington Post aponta 1.853 novas mortes nas últimas 24 horas. Nas contas do periódico americano, a média móvel está em 1.629 vítimas na última semana, a menor contagem desde o fim de novembro. No total, o país lidera as estatísticas de mortes, com 527,4 mil vítimas da doença.

 DO ESTADÃO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Alta no preço da carne deve durar até maio, dizem especialistas

País reduziu abate de vacas e aumentou inseminação artificial para acelerar produção de bezerros e atender demanda. A alta no...

Três razões para que a banana seja a sua melhor aliada na perda de peso

Sim, bananas podem ser muito úteis. Algumas pessoas temem que frutas com elevado teor de açúcar e carboidratos, como a...

Caixa antecipa saque da 1ª parcela do auxílio emergencial; veja novo calendário

O anúncio foi feito na quinta-feira (15) pelo presidente da Instituição, Pedro Guimarães. A Caixa decidiu antecipar o saque da...

‘Só Deus me tira da cadeira presidencial’, diz Bolsonaro sobre impeachment

Em live, presidente também comentou decisão do Supremo Tribunal Federal que torna ex-presidente Lula elegível para 2022. O presidente Jair...
spot_imgspot_img

W. Dias diz que STF fez justiça e democracia em ação sobre Lula

O Supremo Tribunal Federal decidiu anular as condenações do ex-presidente em relação ao caso tríplex. Diante da anulação das...

Um Piauí sem estradas para o desenvolvimento

O Anel da Soja é o trecho por onde se escoa boa parte das riquezas produzidas através da agricultura...
spot_img

Posts Recomendados