Sentindo-se cansado? Veja 9 sinais de que você está mentalmente exausto

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Você provavelmente já deve ter falado ou ouvido alguém falar que está mentalmente exausto. Mas você sabe realmente o que isso significa? Sabe quais são os sintomas que vêm acompanhados desse quadro?

A primeira coisa a se esclarecer é que a exaustão mental não é uma doença, mas um estado marcado por uma intensa sensação de estafa psíquica e até física, na qual sentimos que nossa capacidade de planejar ou tomar decisões está prejudicada, não dispomos de energia para qualquer tipo de atividade e não conseguimos reagir de maneira adequada aos estressores do ambiente.

A exaustão mental também é considerada pela literatura como a primeira etapa e o fator central da síndrome de burnout, no entanto, não é desencadeada apenas por questões ligadas ao trabalho.

O principal fator de risco para exaustão mental é o desalinho entre as demandas do dia a dia e o equilíbrio emocional, que pode ocorrer da exposição ao estresse crônico, incertezas, instabilidade familiar, entre outros.

Todos nós podemos enfrentar um quadro do tipo e é fundamental que estejamos sempre atentos aos sinais. A seguir, três especialistas listam nove deles.

Impaciência e irritabilidade

Quando estamos mentalmente exaustos, deixamos de ponderar de maneira adequada. Nossa capacidade de racionalizar, analisar e planejar fica prejudicada e nosso cérebro tende a responder aos estímulos externos de maneira mais impulsiva.

Além disso, nos sentimos muito cobrados e podemos ficar irritados com situações que geralmente não nos irritavam antes. Sendo assim, impaciência e irritabilidade são características típicas de quadros de exaustão emocional.

Dificuldade de concentração

A exaustão mental lentifica nossa capacidade cognitiva e comportamental, gerando prejuízo na nossa capacidade de manter o foco em algum estímulo. Com essa perda de concentração, tendemos a parecer mais distraídos, nos esquecemos de detalhes do dia a dia e temos mais dificuldade de manter a agilidade e a concentração.

Insônia

Você já se sentiu tão cansado que não conseguiu dormir? Parece uma contradição, mas não é. Quando estamos vivendo períodos de estresse, nosso cérebro não consegue desligar, fica planejando o dia seguinte e antevendo os problemas. A insônia à noite e a sonolência durante o dia são sintomas típicos de alguém com estafa mental.

Desânimo, tristeza, angústia

Quando nosso cérebro está sobrecarregado, algumas regiões podem reduzir seu funcionamento, como o córtex pré-frontal (a parte do cérebro na altura da testa). Quando essa região fica mais desligada, pode causar sintomas de tristeza e desânimo. A angústia pode ocorrer como uma resposta do organismo ao sentimento de impotência, de não ter forças para fazer o que precisa ser feito. Às vezes podemos até sentir medo sem conseguir identificar o porquê.

Ansiedade

Na estafa mental, regiões cerebrais profundas (no centro do cérebro) ficam mais agitadas. Essas regiões, chamadas de diencéfalo, são responsáveis por sensações mais primitivas como raiva, medo e dor. A ansiedade é um mecanismo de defesa a situações decorrentes do medo do que está por vir, gerando antecipação de reações da mente e do corpo. Quando estamos sobrecarregados, é normal nos sentirmos mais ansiosos e percebermos o mundo de uma maneira mais catastrófica

Procrastinação

A procrastinação na exaustão mental nos imobiliza, perdemos a motivação, vamos adiando nossas atividades, deixando para outro dia. Parece até que as coisas ficam mais difíceis e a vontade de resolver desaparece. A capacidade de executar tarefas fica bem abaixo do normal, de modo que procrastinar vira uma constante.

Alterações de apetite

Quando estamos estafados, tendemos a comer mais, beber mais e adotar outros comportamentos impulsivos. Esses impulsos tentam aumentar os níveis cerebrais de uma substancia chamada dopamina, responsável dentre outras coisas, pela nossa sensação de bem-estar. No entanto, há quem perca o apetite decorrente do desânimo e cansaço.

Perda da libido

Em quadros de estafa mental, o cérebro entra numa espécie de “modo avião” para economizar energia, com isso funções como a libido e o interesse em atividades da rotina ficam reduzidos. Além da falta de desejo sexual em si, a libido pode ser afetada pela falta de ânimo e pela ausência da da força pulsional, isto é, força que impulsiona o organismo para determinado objetivo.

Sintomas físicos

No quadro exaustão mental, podem ocorrer sintomas físicos como: dores musculares por todo o corpo, palpitações cardíacas, problemas estomacais, gripes e resfriados constantes causados pela baixa resistência imunológica, dores de cabeça, falta de ar, sensação de peso no pescoço, alterações dermatológicas como perda de cabelos.

Veja dicas para prevenir e tratar a exaustão mental:

Tenha um hobby: isso garante a ativação de áreas cerebrais que serão fortalecidas e protegerão contra cenários de exaustão. Ter um hobby não é só um passatempo, mas uma maneira eficiente de fazer ginástica para o cérebro.

Coloque regras: estabeleça limites de tempo e regras em sua rotina. Não avance o horário de dormir e não trabalhe durante o almoço. O equilíbrio entre trabalho e uma vida fora dele é fundamental, principalmente em épocas de home office e trabalho híbrido.

Foque naquilo em que você é bom: aprenda novas habilidades, mas afirme para você mesmo suas qualidades. Invista em seu talento e permita se desenvolver naquilo que você faz bem.

Entenda seu modelo mental: observe como você lida com as questões emocionais e como pode criar gatilhos de motivação e superação de adversidades. Se aproxime de quem faz bem a você: mantenha por perto pessoas que agregam e se afaste daquelas que fazem mal a você.

Pratique atividade física: escolha uma adequada a sua condição e que você goste.

Utilize técnicas de relaxamento: meditação, mindfulness e técnicas de respiração trazem mais leveza.

Procure ajuda especializada: psicólogos e profissionais podem ajudá-lo a identificar o motivo da exaustão mental e indicar o tratamento mais adequado.

Fonte: Pedro Shiozawa, médico psiquiatra, professor do Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, co-fundador da Jungle, startup de saúde mental voltada para o ambiente organizacional, e um dos autores do livro “Desvendando o Burn-out: Uma Análise Interdisciplinar da Síndrome do esgotamento profissional”; Cleyson Monteiro, psicólogo e professor do curso de psicologia do Uninassau (Centro Universitário Mauricio de Nassau) campus Paulista, em Pernambuco; Marina Greghi Sticca, docente da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, do Departamento de Psicologia da Universidade de São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Promotor investiga patrocínio de R$ 8 milhões que ex-governador Wellington Dias liberou dos cofres públicos ao filme Mandu Ladino

O ex-governador Wellington Dias concedeu a liberação do orçamento em despacho no dia 16 de outubro de 2021. O promotor...

No Piauí, escolas estaduais voltam às aulas hoje e grevistas podem ter ponto cortado

Apesar do decreto, expedido na última quinta-feira, os professores prometem continuar mobilizados. O Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte)...

Vídeo: mulher é agredida durante show de Gusttavo Lima em Brasília

Imagens mostram vítima no chão sendo agredida por outras duas mulheres durante evento no Mané Garrincha nesse sábado (21). Em...

Juiz determina citação para que empresa de Rafael Fonteles pague dívida superior a R$ 3 milhões de contribuições previdenciárias

R$ 3,048 milhões foram atualizados em 2021. A União Federal ingressou com uma ação judicial contra o Grupo Educacional CEV,...
spot_img

Ciro Nogueira direcionou emenda para comprar caminhão de lixo de amiga que frequenta seu gabinete

A cidade Brasileira no Piauí, com 8 mil habitantes recebeu veículo compactador comprado com emenda do chefe da Casa...

De responsabilidade do Governo do Estado, rodovia PI-231 está esburacada e motorista faz tapa-buraco manual

Insatisfeito, um motorista do município resolveu tapar os buracos manualmente utilizando uma pá. A insatisfação com a situação é...
spot_img

Posts Recomendados